DT 75.pdf


Preview of PDF document dt-75.pdf

Page 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

Text preview


4

FUTEBOL

DESPORTIVO Transmontano
Terça-feira, 27 de Novembro de 2012

AFVR: Iniciados série B (Jorn. 8)

FC Fontelas 0

Mondinense 1

FUTEBOL  Iniciados AFVR

Castigo pesado

Recinto: Campo Dr. Rui Machado, Fontelas
Árbitro: Pedro Mesquita, Régua
Rui (Gabi, 70’)

Rui Filipe

Gonçalo Melo

Leandro Machado

Gonçalo Teixeira

Leandro Oliveira

Diogo Teixeira ©

André Félix (João Bessa,
16’)

José Pedro

José Lourenço

José Luís

José Oliveira

António Paiva

Luís Oliveira ©

José Mota

Eduardo Arada

Eduardo (Diogo Pereira, 68’)

A. Borges (R. Freitas, 27’
depois Ivan Portilha, 36’)

Miguel Pereira

Eduardo Silva

Gonçalo Guedes

Tiago Pereira

T: Ismael Mota /
Tó Félix

T: Carlos Alves

Golo: 0-1, Luís Oliveira (64’)
Amarelos: Luís Oliveira (18’) e Leandro
Machado (67’)

Nuno Correia

Seria apenas mais um
jogo em casa da primeira
fase do campeonato distrital de iniciados mas a forma
como os donos da casa encararam o jogo deixava no
ar uma imagem do tudo ou
nada… Saiu o nada.
Os números desta temporada não enganam e, nesta
tarde propicia para um bom
jogo de futebol, estavam em
disputa aquelas que têm assumido o papel principal no
assumir da candidatura ao título de melhor equipa distrital na categoria de iniciados,
série B.
Os fontelenses haviam dominado, de forma avassaladora, todos os encontros dispu-

tados em sua casa, ficando no
ar a dúvida sobre qual seria a
reação dos jovens fontelenses
ante um adversário que, de
aspeto físico, pareciam superiores aos jovens da casa.
O início de jogo demonstrou que os durienses entraram fortes, persistentes nas
suas ações atacantes, mas,
normalmente, o setor mais
recuado dos visitantes foi, de
uma forma ou de outra, resistindo a todas as iniciativas
contrárias. De bola parada, os
fontelenses dispuseram das
primeiras iniciativas, revelando uma ineficácia de pontaria.
Ao nível de ocasiões, se
elas fossem contabilizadas, os
donos da casa ganhavam de
goleada durante a primeira
metade e no banco visitante
sentia-se o desconforto com

uma primeira metade muito
tímida dos jovens do Basto.
E, tanto assim foi que o rol
das alterações iniciou-se bem
cedo, pouco depois da passagem do primeiro quarto de
hora.
Mas seria após o intervalo, no regresso das cabines,
que os jovens do Mondinense
iriam assumir mais a peito o
jogo, impondo mais o seu poderio físico e, quiçá, alguma
maior estaleca mental para o
que faltava disputar no jogo.
Os fontelenses insistiam em
ter assomos de grandeza tática conquistando vários lances
de bola parada, em zonas estratégicas, mas sem que nunca fizessem perigar as redes
contrárias.
A maior experiência dos
visitantes revelar-se-ia na

forma fria como, na primeira
oportunidade que tiveram, de
bola parada, fizeram o único
golo desta partida, apontado
por Luís Oliveira, tirando partido, também, do fator sorte,
com a bola a ser desviada na
barreira antes de se ir anichar
no fundo das redes.
Até final, os fontelenses
iriam dispor da derradeira
ocasião, respondendo, nesse
momento, o guardião Rui Filipe com uma defesa tão incrível quanto eficaz, evitando a
igualdade.
O resultado justo desta
partida, na nossa opinião, seria a igualdade por tudo aquilo que os donos da casa procuraram fazer e o golo sofrido
foi, mesmo, um castigo muito
pesado.
EM VILA POUCA DE AGUIAR

Telefone: 259 408 087

A onda da amizade!
Em Vila Pouca de Aguiar

www.rcaguiarense.com
radio.clube.aguiarense@gmail.com