PDF Archive

Easily share your PDF documents with your contacts, on the Web and Social Networks.

Share a file Manage my documents Convert Recover Search Help Contact



Capitulo 1.pdf


Preview of PDF document capitulo-1.pdf

Page 1 2 34515

Text preview


do   país.   Os   faraós   e   os   deuses   sempre   foram   interessantíssimos   para  
mim,  eu  cresci  ouvindo  as  histórias  que  os  dois  contavam.  Mas  segundo  
minha  avó  eu  sou  a  reencarnação  de  um  faraó,  porque  ela  nunca  havia  
dito  que  eu  deveria  gostar  do  país  dela.    
   Rina,   minha   avó,   tem   a   história   de   vida   mais   fascinante   que   eu  
conheço.   Nasceu   no   Cairo,   em   1937,   em   uma   família   ligada   à   Itália   e   a  
Grécia,   quando   havia   uma   forte   presença   de   pessoas   oriundas   desses  
países   no   Egito,   assim   como   de   seus   descendentes,   que   viviam   em  
harmonia  com  a  população  local  e  haviam  se  misturado  com  os  nativos  
através   dos   séculos.   Essa   influência   greco-­‐italiana   deixou   fortes   marcas  
na   cultura   egípcia   moderna,   inclusive   no   dialeto   árabe   falado   hoje   no  
Egito.  Naquela  época  o  Egito  era  um  reino,  governado  pelo  rei  Faruk,  o  
monarca-­‐fantoche   do   domínio   britânico   no   país.   Faruk   foi   o   último  
monarca   da   dinastia   de   Mohammed   Ali,   o   poderoso   governador  
otomano  do  início  do  século  XIX  que  é  considerado  o  fundador  do  Egito  
moderno.  No  final  do  século  XIX,  entretanto,  o  poder  otomano  diminui  
com   o   crescimento   da   influência   europeia   no   país,   especialmente   dos  
britânicos.  Com  a  eclosão  da  Primeira  Guerra  Mundial  a  Inglaterra  fez  do  
Egito  um  protetorado  britânico,  consolidando  sua  influência  no  país.  No  
final   da   guerra   o   Egito   declarou   sua   independência,   mas   apenas  
nominalmente.  A  Inglaterra  ainda  controlava  a  política  egípcia.