PDF Archive

Easily share your PDF documents with your contacts, on the Web and Social Networks.

Share a file Manage my documents Convert Recover PDF Search Help Contact



Apresentacao Augusto Marinho .pdf



Original filename: Apresentacao_Augusto Marinho.pdf
Author: Asus

This PDF 1.5 document has been generated by Microsoft® Office Word 2007, and has been sent on pdf-archive.com on 30/08/2013 at 12:14, from IP address 2.80.x.x. The current document download page has been viewed 882 times.
File size: 146 KB (3 pages).
Privacy: public file




Download original PDF file









Document preview


Chegou a hora! Vamos MUDAR!
Caros barquenses
É como homem livre, independente e barquense que respeita a sua terra, que
vos falo. Depois de um período de reflexão, que iniciei pouco depois de ter
apresentado a minha demissão de Presidente da Comissão Política do PSD de Ponte da
Barca, percorri todas as freguesias do concelho para sentir o pulsar dos barquenses.
Das muitas visitas e conversas, saiu reforçada a minha convicção de que é meu dever
moral aceitar o repto que tantos barquenses me lançaram: apresentar a minha
candidatura à Presidência da Câmara Municipal de Ponte da Barca. Declaro, portanto,
que sou candidato à Câmara Municipal de Ponte da Barca, nas eleições autárquicas
de 2013.
Apresento a minha candidatura num momento de profunda crise nacional,
desencadeada, é verdade, pelo desgoverno das políticas socialistas, mas de que o
governo social-democrata, demasiado preocupado com o cumprimento acéfalo de
metas europeias, não consegue resgatar-nos.
E este momento de crise nacional é vivido com tanta mais angústia quanto
maiores são os problemas que vivemos no concelho. Na verdade, o município de Ponte
da Barca debate-se com graves problemas estruturais, desprovido como está de
recursos e equipamentos vitais para o seu desenvolvimento económico, social e
cultural. Refiro-me ao parque industrial que não temos, ao mercado municipal que não
temos, a uma central de camionagem que não temos, a uma biblioteca que não temos,
e enfim a outros equipamentos essenciais ao desenvolvimento e bem-estar dos
barquenses.
Este é um concelho pobre, cada vez mais pobre, vítima de um executivo
despesista, que gere os dinheiros públicos com pouco ou nenhum rigor, sem uma
política coerente de desenvolvimento, sem uma política de investimento, marcada por
decisões avulsas e discriminatórias do povo, na figura das suas juntas de freguesia e
nas pessoas dos seus presidentes, e orientada apenas para a captação do voto, para
manter o poder pelo poder.
Mas o povo está cansado de políticas eleitoralistas e todos os barquenses
sabem que o executivo socialista está esgotado e nada mais tem a oferecer.
Por isso, é fundamental que os cidadãos se envolvam na gestão do destino do
seu concelho. Os cidadãos de hoje sentem a necessidade de participar no desenho e
na implementação das políticas públicas, porque a avaliação que fazem dessas

políticas lideradas pelos partidos políticos é muito negativa, porque têm conduzido ao
empobrecimento e ao aumento das desigualdades sociais.
Guio-me pelos meus valores e princípios e deles não abdicarei, e dei já disso
provas públicas, quando me demiti por ser frontalmente contra a forma como foi
conduzida a reforma administrativa, que levará à extinção de muitas das nossas
freguesias, deixando as populações ainda mais desprotegidas.
Como sabem sou, por convicção, apartidário desde Maio de 2012, mas isso não
significa que eu seja apolítico. Sou político sim, mas político no sentido em que me
ocupo e preocupo com os assuntos que são relevantes para o bem-estar e para o
desenvolvimento da minha terra: Ponte da Barca. É essa a razão de ser da minha
actividade política: ser útil ao concelho onde nasci e nasceram os meus pais, os meus
avós e os seus antepassados.
São para mim particularmente importantes as questões de sensibilidade social
e humana, de solidariedade, mas igualmente importantes os problemas criados pela
falta de emprego no concelho, pelo empobrecimento do seu tecido económico, dada a
quase inexistência de indústria. São igualmente importantes os problemas que os
nossos jovens enfrentam, a falta de oportunidades e de estímulos no concelho; são
igualmente importantes as questões da defesa e promoção dos nossos recursos e
património natural e histórico.
O desenvolvimento conquista-se com o envolvimento de todos e esta
candidatura surge para unir os barquenses e não para os dividir. Desde sempre que
apelo à união por acreditar que um dos motivos do nosso atraso é a nossa divisão. E
para essa divisão muito têm contribuído os interesses partidários, que muitas vezes
não são coincidentes com os interesses de Ponte da Barca.
Declaro, portanto, que a minha candidatura será totalmente independente,
contando com homens e mulheres de todas as forças partidárias. A nossa força, a
força que tem vindo a crescer, a força que projectaremos no terreno, na próxima
campanha eleitoral, reside na capacidade de união dos Barquenses, e na sua
capacidade de entrega às suas convicções e ao amor que têm pela sua terra.
Este movimento independente de cidadãos que querem MUDAR envolve
pessoas de grande valor, muitas das quais nunca quiseram envolver-se na política
pela má imagem que têm dos partidos e dos políticos. Mas estes são cidadãos e
cidadãs profundamente empenhados, porque o destino do concelho não lhes é
indiferente e porque sabem que é necessário agir.
Chegou a hora portanto. Chegou a hora do combate puro, mas também a hora
da esperança e confiança de que Ponte da Barca tem efetivamente futuro.

Saúdo todos os barquenses sem exceção, lançando-lhes o desafio da
participação nesta candidatura que é um movimento pela defesa dos princípios da
igualdade, da liberdade de expressão, da participação cívica e da democracia.
UM MOVIMENTO PELA MUDANÇA, um movimento pela defesa dos interesses
do nosso concelho, mais oportunidades, mais emprego, mais desenvolvimento, mais
dinamismo, mais cultura e mais futuro. VAMOS MUDAR! Chegou a hora!

Augusto Manuel dos Reis Marinho


Apresentacao_Augusto Marinho.pdf - page 1/3
Apresentacao_Augusto Marinho.pdf - page 2/3
Apresentacao_Augusto Marinho.pdf - page 3/3

Related documents


apresentacao augusto marinho
diretor de campanha
discurso do 25 de abril 2014
tecnica betfair
cp220213
importancia racas


Related keywords