PDF Archive

Easily share your PDF documents with your contacts, on the Web and Social Networks.

Share a file Manage my documents Convert Recover PDF Search Help Contact



DISCURSO EMPOSSAMENTO COORDENADOR MpD IT JOSE SILVA .pdf



Original filename: DISCURSO EMPOSSAMENTO COORDENADOR MpD-IT JOSE SILVA.pdf
Author: DEP-MPD-Jorge Mauricio dos Santos

This PDF 1.5 document has been generated by Microsoft® Office Word 2007, and has been sent on pdf-archive.com on 25/11/2014 at 09:53, from IP address 188.11.x.x. The current document download page has been viewed 462 times.
File size: 374 KB (10 pages).
Privacy: public file




Download original PDF file









Document preview


Movimento para a Democracia
COORDENADOR REGIÃO POLITICA DE ITÁLIA

DISCURSO EMPOSSAMENTO:
JOSE SILVA

Senhor Presidente do MpD
Senhores Deputados da Nação
Colegas Coordenadores do MpD Europa
Colega Coordenador do MpD Vila da Ribeira Brava
Senhoras e Senhores Membros das Comissões Politicas do MpD
Colegas dos Núcleos de MpD-IT
Senhoras e Senhores
Amigas e amigos
Ao iniciar funções como Coordenador do Movimento para a
Democracia, Região Politica de Itália, desejo começar o meu mandato,
saudando o cabo-verdiano que vive fora de cabo Verde, com um
abraço longo e demorado.
Saúdo todos os emigrantes, quer os que vivem em Roma e arredores,
quer os que vivem em todos os cantos desta maravilhosa Itália, que
engrandecem o nome de Cabo Verde, pautando no dia-a-dia pela
honestidade e pelo duro trabalho.
Saúdo as cabo-verdianas e os cabo-verdianos aqui presentes mas,
também aqueles que se encontram por este mundo fora a trabalhar
para o bem-estar pessoal e progresso do nosso Cabo Verde.
De todos, serei uma referência sempre às ordens

1

Movimento para a Democracia
COORDENADOR REGIÃO POLITICA DE ITÁLIA

Sr. Presidente do MpD
Srs. Deputados da Naçao
Caros colegas do MpD
Senhoras e Senhores,
Cá estou, humildemente diante da grande tarefa que temos pela frente,
reconhecido e grato pelo apoio recebido ao longo desta maravilhosa
caminhada que nos trouxe até aqui, consciente da confiança que vocês
depositaram em mim, ciente que, cada um de vocês, de uma forma ou
outra, contribuíram para o sucesso até aqui atingido.
Agradeço a Comissão Politica que me precedeu pelos serviços e por
quanto fizeram para fortalecer o nosso Partido no seio da nossa
comunidade, assim como pela generosidade e cooperação que, seja o
Sr. João Câncio, ao qual neste momento, vão os meus votos de
amizade e de força, seja a sua Comissão Politica, pelo apoio, pelo
conforto e pela amizade que dignaram durante esta fase de transição.
Caros amigos e colegas, “ Grazie, grazie mille”.
Hoje é um dia muito especial para mim e para a comunidade dos caboverdianos d’Itália.
Esta é a jornada que hoje celebramos:
de confiança,
de esperança,
de amizade,
da força dos nossos ideais,
da certeza que JUNTOS SOMOS MAIS FORTES,
pois,
“ SOMOS DEFERENTES, FAZEMOS DIIFERENTE”!!!
Hoje é um dia especial para a Nossa Maleta dos Sonhos Sonhados e,
ao mesmo tempo, data que marca o inicio de um novo ciclo da nossa
convivência nestas terras assim como uma nova visão na nossa
2

Movimento para a Democracia
COORDENADOR REGIÃO POLITICA DE ITÁLIA

maneira de sentir, sonhar e imaginar Cabo Verde. O fim do NÔS / ÊS,
uma nova imagem do futuro que nos vê juntos na definição de novos
desafios, de novas esperanças.
Neste novo ciclo que hoje arranca, estaremos próximos do caboverdiano, próximos dos homens e das mulheres, filhos das ilhas de
Cabo Verde que procuram através do duro trabalho e da honestidade o
próprio espaço nesta sociedade e a certeza de ter ainda e sempre SÊ
PEDACIM DE CABO VERDE, LÁ, SEMPRE TÁ SPERÁ PÁ ÊL.
Adoptaremos um novo posicionamento político, finalmente construtivo,
votado para uma Visão Sonhadora de Novos Desafios, capaz de
pensar, estudar e percorrer caminhos que com o tempo, poderão
colmar os velhos e novos anseios de quantos, como nós, BEM DE
MESMA LUGAR E SE DEUS QUISER, UM DIA, TÁ VOLTÁ PÁ
MESMA LUGAR, KÊS NÔS DÊZ GRÃOZINHOS DI TERRA, Cabo
Verde.
Um novo ciclo, voltado para resultados, com uma nova postura e sem
personalismos, porque, para nós, em primeiro lugar vem o caboverdiano, porque para nós em primeiro lugar vem a comunidade,
porque para nós em primeiro lugar vem Cabo Verde.
No desempenho das nossas funções, estaremos atentos, estaremos
alertas e actuantes, como sempre foi a tradição dos homens e
mulheres do Movimento para a Democracia (MpD)
Creio não exagerar se afirmar que o povo cabo-verdiano encontra-se
diante do seu maior desafio, sem sombra de dúvidas, o maior da sua
história recente.
Hoje a aposta com a qual nos confrontamos é a de não sucumbir a 30
anos de governos do PAIGC / PAICV, uma conjugação
extraordinariamente negativa e perigosa que compõe um quadro real e
profundamente preocupante em todos os sectores da nossa sociedade,
3

Movimento para a Democracia
COORDENADOR REGIÃO POLITICA DE ITÁLIA

salvo, excepções pontuais que se referem aos amigos - dos - amigos
do “ POLÊR INSTAURADO”.
E vejam que não se trata de culpar, este ou aquele Governante, o
Governo A ou B.
Estamos perante “ uma orquestra” que, “NUNCA ENTRA NA TÔM,
CLARAMENTE FORA DE COMPASSO”, uma tendência que vem-se
acentuando e que agora atinge o seu ápice, “ il suo punto di non
ritorno”.
Numa visão muito redutiva da situação geral por que passa a
sociedade cabo-verdiana, podemos dizer que Cabo Verde, hoje, tem,
somente uma alternativa: MANTER O STATUS QUO OU, QUEM
DERA, MUDAR!!! MUDAR DE TÔM.
Para que possamos recomeçar a sonhar um Cabo Verde d’nossa nôs
tud, è necessário ter a coragem e a ousadia de querer mais, è
necessário ter a força e a convicção de dizer : BASTA!
Queremos voltar pàgina! Pà diante ê kê camim! Viva MpD
Caros amigos,
Caros militantes e simpatizantes do MpD
Senhores e senhoras,
Nosso esforço e trabalho, de agora em diante, será voltado para
fortalecer cada dia mais o nosso partido, o MpD, para que o resultado
em 2016, possa ser o claro reconhecimento de que SOMOS
DEFERENTES E FAZEMOS DIFERENTE, quando, como meta temos,
vencer, ganhar democraticamente, nas urnas e, através da clara
indicação do povo cabo-verdiano, as eleições em 2016.

4

Movimento para a Democracia
COORDENADOR REGIÃO POLITICA DE ITÁLIA

Caros amigos,
com humildade, desejo renovar o meu compromisso, a minha vontade
e determinação de continuar a servir o nosso Cabo Verde e os
desígnios que o MpD tem para com a nossa terra e a sua diáspora,
pois, o Movimento para a Democracia é o partido que eu escolhi e que
me aceitou, dentro do qual, pude viver a magnifica experiencia de ser o
primeiro cidadão cabo-verdiano a ser eleito, responsável desta
importante parcela de Cabo Verde, fora de cabo Verde, que é a
comunidade cabo-verdiana em Itália, uma importante Região Politica do
MpD e que hoje, sinto-me feliz e honrado de assumir nesta assembleia
e neste acto assim solene e inovador na politica das ilhas.
Caros amigos,
hoje é mais um dia importante na renovação da esperança de quantos
vivem e trabalham “ nel bel paese “. A formação e empossamento da
nova Comissão Politica, representa o início de uma, espero,
extraordinária caminhada, onde, cada um e cada qual, todos os caboverdianos d’Itália estão convocados.
A vida, “êss vida d’imigrasson”, nos ensinou que com o árduo trabalho
e dedicação podemos mudar o rumo das nossas vidas. Por isso, ao
iniciar-mos este novo ciclo, devemos todos, reavivar esses
ensinamentos, aceitar o sacrifício do conforto pessoal a benefício do
bem-estar e progresso de todos e dedicar os nossos esforços, em prol
do BEM SERVIR A NOSSA GENTE.
Todos serão necessários, sem distinções nem distracções, “vere o
presunte”.
Este convencimento levou-me até agora, numa procura constante,
dentro da nossa comunidade, tarefa nunca acabada, de homens e
mulheres, jovens e pessoas maduras, com determinação, com ideias e
5

Movimento para a Democracia
COORDENADOR REGIÃO POLITICA DE ITÁLIA

com vontade de construir NOVAS PERSPACTIVAS PARA UM
FUTURO COMUM.
Há seis meses à trás, numa cerimónia idêntica a esta, em ocasião da
apresentação pública da minha candidatura a Coordenador da Região
Politica de Itália do Movimento para a Democracia, disse-vos que para
não ficarmos à margem do nosso antigo sonho de progresso, de bemestar e de felicidade para todos os cabo-verdianos, chegara o momento
de exigir uma mudança e, acrescentei, juntos vamos mudar as
coisas.
Disse-vos que construiria o meu compromisso com o MpD e com cada
um de vós, em torno a quatro ( 04 ) objectivos muito bem definidos:
1) – Criar uma estrutura moderna do Partido em Itália que, a
partir da sua Comissão Politica, deveria ser o núcleo forte e
articulador, funcional à realização dos grandes desafios que já
batem à porta;
Através da Comissão Politica, criar um modelo organizacional
capaz de unir todas as comunidades do nosso território sob
um único projecto.
Uma organização por regiões com a finalidade de chegar aos
quatro cantos desta península, apostando na criação de
estruturas juntas das pessoas;
2) - Criar um novo modelo de proximidade com os nossos
militantes e, em geral com todos os cabo-verdianos, um
espaço de partilha de ideias de futuro, de discussão e de
procura de soluções, ou seja, uma militância para ir mais
além.
Uma visão do futuro que avança, destinada a todos os caboverdianos, independentemente das próprias simpatias ou
6

Movimento para a Democracia
COORDENADOR REGIÃO POLITICA DE ITÁLIA

cores partidárias, porque, a difícil situação por que passa a
nossa comunidade, a falta de um projecto unitário e o
abandono ao qual estão votados os cabo-verdianos d’Itália, o
exige!
Uma radical mudança de paradigma com o passado, está
inseparavelmente ligado ao novo ciclo que imaginamos
cumprir, intimamente ligado à visão de futuro que nos
alimenta, inseparavelmente ligado à maleta cheia de
sonhos sonhados que desejamos levar ao destino certo.
Ao MpD-IT se coloca o desafio - dos – desafios, ou seja,
consolidar e promover a posição da comunidade cabo-verdiana
nesta sociedade, uma nova postura que vê o diálogo com as
associações locais, com os sindicatos e com os partidos da
nossa área política, assim como uma renovada capacidade de
tecer relações, de criar oportunidades para os nossos
conterrâneos, caminhos que favorecerem a plena integração da
nossa gente nesta sociedade.
3) - Assumir uma posição sonhadora de novos desafios, construtiva
nas nossas acções e uma cooperação inteligente com todos os actores
da sociedade para o cumprimento do nosso dever de servir Cabo
verde.
O novo ciclo que imaginamos tem a emigração como referência
primordial, cada um de nós merece ser chamado, merece ser
convidado, já não como o de fora, mas, sim, como parte integrante,
sendo que cada um de nós conta.
O novo ciclo que arranca, é o inicio de um percurso que faremos com
os cabo-verdianos, é um ponto de partida que ambicionamos propor a
todos os cabo-verdianos que vivem e trabalham cá fora, para voltarmos
a governar Cabo Verde em 2016.
7

Movimento para a Democracia
COORDENADOR REGIÃO POLITICA DE ITÁLIA

O novo ciclo que avança, confere ao emigrante uma importância que
vai mais além do aspecto meramente económico das nossas
transferências, da nossa participação na economia nacional com o
nosso famoso 33% do PIL de Cabo Verde.
Neste novo ciclo que arranca, a importância do imigrante para Cabo
Verde, ultrapassa de longe a ideia que muitos dentro de Cabo Verde
ainda têm.
Hoje é necessário que os que vivem lá em Cabo Verde, tenham em
conta que o perfil da emigração cabo-verdiana não é o mesmo de
apenas 10/15 anos à traz.
Hoje, a politica cabo-verdiana, tem que ter em conta que as
comunidades cabo-verdianas no estrangeiro, são formadas em grande
parte, por pessoas que nasceram na Europa e são homens e mulheres
com uma dimensão idêntica a aquela que têm os mesmos com os
quais frequentaram as escolas, os bairros, etc., etc, cá fora.
Isto, dá uma dimensão nova à diáspora cabo-verdiana e, cabe a nós,
de agora em diante, começar a incentivar homens, mulheres e jovens
cabo-verdianos da diáspora que metem a cara, a honra, e as próprias
experiencias em proveito do desenvolvimento e do bem-estar do caboverdiano.
4
- Vamos ganhar em 2016, porque afirmaremos as nossas
diferenças pela força da nossa conduta e das nossas prioridades de
quem põe CABO VERDE SEMPRE EM PRIMEIRO LUGAR, porque
nós do MpD estamos na política para servir e a nossa primeira
responsabilidade e BEM SERVIR CABO VERDE!
NÓS SOMOS DIFERENTES, FAZEMOS DIFERENTE!

8

Movimento para a Democracia
COORDENADOR REGIÃO POLITICA DE ITÁLIA

Caros amigos,
estamos vivendo momentos particularmente difíceis da nossa jovem e
frágil democracia. Podemos estar vivendo a fase mais delicada dos
últimos anos da nossa da república.
Se o MpD que representa a mudança e a esperança em dias melhores
para Cabo Verde, não vencer em 2016, meus caros, nunca mais os que
estão à frente da nação cabo-verdiana sairão do POLÊR e a nossa
democracia definhará.
Porque o estado de Cabo Verde será definitivamente consumado por
esta gente que, por sinal, está acabando com a frágil economia de
Cabo Verde, com as nossas instituições.
Toda a actividade deste governo, desde saúde, habitação à educação,
nascem e, estão à vista d’olhos, para os que querem e podem ver, já
nascem com a marca da divisão horrorosa do nosso país entre os
pobres, aqueles que nem o pão-nosso da cada dia e os que: TÀ NADÀ
NO MELHOR.
Nem quero falar na consideração que este governo tem de nós, como
algum dia, disse um antigo governante deles, kês strangeiròd,
referindo-se a quantos, como nós, vivem cá fora, trabalhando muitas
vezes com ÀGA NA OÌ E CATÒRRE NA NARIZ , esquecendo, eles,
que, por cada um de nós, QUE CONTRA MAR E CÉU SAÌ PRÀ FORA
BEM SPIÀ RECURSOS E UM FUTURO AMDJÔR, Ê MÁS UM
TCHANÇA, PÀ CADA UM DE NÔS IRMÔN, PRIMO, MÃE, TIA OU UM
AMIGO QUALQUER QUE F’CÀ PRÀ LÀ.
Caros amigos,
Ou vencemos em 2016 ou podemos apanhar a nossa MALITINHA
DOS SONHOS SONHADOS e pô-la lá num cantinho bem fundo da
nossa esperança, pois, poderemos ser, ainda, por muito tempo, os
estrangeirados na nossa terra.
9


Related documents


PDF Document discurso empossamento coordenador mpd it jose silva
PDF Document diretor de campanha
PDF Document apoio poletto magalhaes
PDF Document ns nao e racista
PDF Document projeto esperanca aqui
PDF Document projeto esperanca aqui


Related keywords