PDF Archive

Easily share your PDF documents with your contacts, on the Web and Social Networks.

Share a file Manage my documents Convert Recover PDF Search Help Contact



Cantrini .pdf


Original filename: Cantrini.pdf
Author: Simões João

This PDF 1.5 document has been generated by Microsoft® Word 2010, and has been sent on pdf-archive.com on 02/03/2016 at 18:26, from IP address 188.251.x.x. The current document download page has been viewed 311 times.
File size: 180 KB (1 page).
Privacy: public file




Download original PDF file









Document preview


Quando se entra no lado tenebroso da mafia é muito
difícil ou impossível voltar atrás. O Mágico Cantrini
sabia-o muito bem. Entrou numa mafia siciliana e já não
sabia como sair. Mas nesse dia o que mais importava era a
sua actuação no Bercy em Paris, uma actuação estonteante
cheia de material com proporções inimagináveis.
Na plateia estava Renzo, um membro da mafia que tanto
o atormentava. Renzo não estava no Bercy para ver o
espéctaculo de magia, mas sim para assistir ao que ele
tinha planeado. No outro lado da sala, num outro sector,
encontravam-se os seus homens prontos a disparar ao tão
aclamado
Cantrini.
Num
momento tornado
único
pelos
holofotes e pela quantidade de material que se aglomerava,
Cantrini fazia o seu discurso de um modo bíblico. Iria ser
o seu grande número nunca antes visto, um desaparecimento
instantâneo, sem cortinas nem espelhos ao seu redor. Nesse
momento todos os espectadores concentram as atenções no
grande Mágico. Quando as últimas palavras são ditas pelo
próprio, Ele... Desaparece!
Do outro lado, Renzo, começa a sentir algo estranho no
seu corpo, todo ele começa a adormecer lentamente, sente o
típico formigueiro a espalhar-se, os músculos começam a
mexer-se violentamente. Nesse momento, sem conseguir
evitar, cai involuntariamente no chão sem qualquer tipo de
apoio.
Pouco depois, acorda atordoado pelo barulho das palmas
e gritos provenientes do público. Com dificuldade, levantase, olha à sua volta e vê-se completamente rodeado pela
multidão. Toda a atenção está totalmente virada para si. Em
poucos segundos é abraçado e as pessoas festejam de
alegria. Renzo está desnorteado. Enquanto desvia a multidão
em euforia, tenta olhar a sua volta para descortinar o que
se passa. O seu olhar está vazio e sem emoção. As memórias
ainda estão confusas.
O seu desespero começa a tornar-se em frustração e
raiva, mas nesse momento, consegue ver um corpo, o seu
próprio corpo no meio do público, a acenar com uma
expressão cínica. Renzo percebe, o seu próprio corpo já não
lhe pertence. A sua nova forma é agora a do alvo que ele
tanto queria destruir nessa noite - Cantrini.
Agora entendeu, tudo que o rodeia está mais lento, os
segundos parecem minutos, as palmas explodem como bombas,
as luzes estão estáticas.
Subitamente um tiro é disparado. O barulho ecoa. Um corpo
cai. O som da multidão cessa. Alguém grita: “CANTRINI
MORREU!!”


Document preview Cantrini.pdf - page 1/1

Related documents


cantrini
o retrato de dorian gray
sexo n o e trabalho
o nobre afonso
comunicado puc goi s suspens o do vestibular de medicina
a cura mortal mans o de sangue


Related keywords