DESCUBRA OS OUTROS EM VOCE V23 .pdf

File information


Original filename: DESCUBRA_OS_OUTROS_EM_VOCE_V23.pdf
Author: William Ribeiro

This PDF 1.5 document has been generated by Microsoft® Word 2013, and has been sent on pdf-archive.com on 28/04/2016 at 18:35, from IP address 200.174.x.x. The current document download page has been viewed 512 times.
File size: 892 KB (26 pages).
Privacy: public file


Download original PDF file


DESCUBRA_OS_OUTROS_EM_VOCE_V23.pdf (PDF, 892 KB)


Share on social networks



Link to this file download page



Document preview


Descubra
os outros
em você e melhore
a si mesmo nos
outros!

Se esse livro for capaz de acordar Diadema será capaz de melhorar o mundo...

Autor: NeoqJav

Sumário
Agradecimentos ............................................................................................................................................ 3
Aquela Introdução ........................................................................................................................................... 4
A Revolução é Interior, lenta, real, invisível e no tempo de quem vive ............................................................ 5
Solicitação de apoio em abaixo assinado. ....................................................................................................... 6
Motivo e Objetivo .......................................................................................................................................... 7
Imagine a revolução Interna e solidária acontecendo em massa... ........................................................... 8
A GENTE COLHE O QUE PLANTA! .................................................................................................................... 18
Hipótese da Teoria da Suposição de uma Tese sobre a verdade de tudo que não existe ........................ 20
Uma doentia Brincadeira que nunca conseguiu matar de mentirinha ......................................................... 21
Você pensa como nós? Leia... se tiver Coragem! ............................................................................................. 22
O mundo está ruim!!! Que tal entendermos o porquê e incentivarmos uma melhora?.......................... 24
8

2

Agradecimentos
Agradeço a todos os seres humanos por sua imatura necessidade de se ofender, sem este fenômeno,
e da possibilidade de escolha não seria possível a conclusão de que no fundo somos em maioria, adultos
infantis!
Nada é capaz de mostrar o seu nível de maturidade de uma forma mais eficiente do que uma ofensa.
É diante da situação de se ofender que mostramos o grau de perfeição humana que caracteriza a nossa
personalidade. Diante de uma ofensa nossa mente nos remete a apenas duas opções: orgulho ou humildade.
Quando este momento ocorrer, se você buscar o escape no caminho largo, você será contaminado
pelo padrão vaidoso e imaturo do ambiente. Mas se você olhar pra dentro de si mesmo, buscar uma resposta
dentro de sua essência mais sábia, descobrirá que existe sempre um caminho estreito no seu interior para te
levar além daquilo que todos estão vendo individualmente.
Se você escolher a raiva, então você vai estar alimentando um monstro chamado vingança. Se você
escolher se sentir superior a todos, preferir a arrogância, se você escolher negar o valor das outras pessoas
daquela ocasião, então você estará alimentando uma fera chamada violência.
Se você escolher ignorar a opinião e os fundamentos por trás das decisões de cada um, se você negar
a sua habilidade natural humana de se colocar no lugar deles, então você estará alimentando outra besta
chamada egoísmo.
Mas se você for um daqueles poucos, aquelas raras e contagiantes pessoas que preferem o caminho
mais estreito, você vai olhar para dentro de si mesmo, e vai perceber algumas decisões que você poderia ter
tomado e evitado aquele momento, você estará então alimentando a maturidade.
Se você negar o desejo de ser o superior ali, naquela situação, se você recusar o absolutismo de estar
sempre certo, você irá encontrar outros fundamentos capazes de te dar novos olhos e uma perspectiva
amadurecida, você estará alimentando a prudência.
Se você escolher ser humilde, você não ficará com raiva, não será vingativo, não será violento, não
será ofensivamente critico, você vai negar o equívoco da ilusória satisfação de uma simples vitória, você vai
pensar em unidade com todos naquela circunstância, você vai apenas buscar a solução que ninguém ali
enxerga, inclusive você, caso permita absorver aquela energia, então seu único objetivo será o progresso
coletivo.
Grandes mentes discutem ideias, mentes medianas discutem fatos e pequenas mentes discutem
pessoas. A energia que usamos para falar mal de alguém, deveria ser utilizada para falar bem de quem merece.
O tempo que gastamos ofendendo, acusando e criticando, poderia ser utilizado para pensar em uma melhora...

3

Aquela Introdução
Essa não é só a introdução deste livro, é a introdução de uma pergunta pessoal ao leitor.
A questão não é como introduzimos o assunto deste livro, a questão importante é como o egoísmo, rivalidade,
ganância e hipocrisia se introduziram na personalidade de cada pessoa?
Em que fase de nossa infância brincar e ser feliz deixou de ser o mais importante?
Em que fase começamos a achar que a infantilidade de se tornar adulto era a melhor opção?
Em que fase começamos a julgar erroneamente que precisamos mais de conhecimento do que de afeto?
Em que momento desistimos de encontrar fundamentos para ser quem nós realmente somos e escolhemos
fingir que podemos nos satisfazer seguindo o padrão de um mundo insano?
Os objetivos que nos propomos está ligado com até onde podemos chegar.
Os motivos que absorvemos em nós está ligado com os obstáculos que saberemos suportar.
Em qual momento de nossa vida objetivos limitados como carro do ano, salário, ganhar na loteria, ser melhor
que outros ou ser o vitorioso tornou-se o que nos faz agir?
Em qual momento de nossa vida motivos mesquinhos como satisfações temporárias, ser alguém na vida ou
não estar na pior tornou-se o que nos fazer resistir as adversidades?
Com objetivos e motivos previsíveis dos seres humanos, quem rege um sistema faz o que quer e faz você fazer
o que ele quer!
Será que nós não somos capazes de buscar dentro de nós mesmos objetivos maiores para viver do que aquele
que o modelo exterior nos impõe? Será que grandes homens que viveram antes de nós não perceberam isso?
Será que eles optaram por mergulhar dentro de si mesmos por entenderem que é a única opção para não
respirar um ar contagioso?
Como Mandela manteve sua motivação estando preso por 27 anos?
Como Eduardo Marinho manteve a sua esperança de revolução vivendo como morador de rua?
Como Patch Adams mantém sua crença em ajudar pessoas em países vítimas de guerra?
Como pessoas singulares tem essa consciência tão intensa de que pertencem a uma humanidade e não podem
ficar anestesiados vendo injustiças ao seu redor?
Será que perseverar em conseguir aquilo que todos querem é ser você mesmo ou você pode ser mais do que
o mundo fala que é para você ser?

4

A Revolução é Interior, lenta, real, invisível e no tempo de quem vive

Texto de Eduardo Marinho extraído do seu blog em 06/01/2016
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------A Sociedade está tão impregnada de valores falsos quanto cada um de nós. Quem quiser pensar em mudanças
sociais deve olhar para dentro de si mesmo, enxergar seus próprios condicionamentos e trabalhar o próprio
íntimo, nos padrões impostos pelo incessante massacre escolar, cultural, artístico, comportamental – em todas
as áreas da sociedade. As reformas íntimas são fundamentais nas reformas sociais. Sem elas, toda contestação
é falha, fraca, carente de verdade. E os contestadores – se dizem “revolucionários” – exercem plenamente os
condicionamentos esterilizantes, orgulhos e vaidades, sentimentos de superioridade, compulsão ao confronto,
ao conflito, visão superficial, alcance socialmente nulo – como vemos já há séculos. Vivem isolados em seus
pequenos grupos, cheios de bandeiras e arrogância, incapazes de falar a língua geral, de se misturar com a
população, de servir de informações e conhecimentos que são intencionalmente vetados à maioria. Acreditam
que o fato das pessoas não serem acadêmicas as torna “ignorantes”, convenção imposta e esterilizante,
desunião estratégica e planejada. Esses “revolucionários” acabam, no final das contas, servindo à fachada de
uma falsa democracia, que os aponta como prova de que o sistema é democrático, “eles podem falar assim
porque estamos numa democracia” e é uma grossa mentira. Eles podem falar assim porque não têm poder de
mobilização, de conscientização, de contaminação. E porque servem ao cenário construído para enganar o
povo, sem nem perceber, acreditando que estão fazendo “a revolução”. Repito, a revolução interna, íntima, é
fundamental pra qualquer idéia de revolução social. (28/12/15)
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Quando digo que as instituições estão infiltradas, influenciadas e dominadas pelo poder real sobre a sociedade;
que o controle dos poucos podres de ricos está estabelecido e não há caminho institucional pras mudanças
necessárias; que o próprio Estado está sequestrado e voltado contra a população sempre que os interesses
econômicos o obrigam; aí alguns perguntam, "então qual é a saída, qual é a solução?"
Não há solução nem saída. O que há é o caminho e caminhamos nele. Podemos escolher como caminhar, mas
costumamos caminhar como nos mandam, como nos induzem, como nos condicionam e nos fazem crer que é
melhor. Mentiras interesseiras nos conduzem. E, quando nos revoltamos, há modelos de revolta programados.
Levamos os condicionamentos à frente, em iludidas lutas por mudanças. Não estamos em tempos de luta, as
lutas são programadas pelo sistema pra se manter. Estamos em tempos de serviço, de trabalho, de instrução,
de informação, de conscientização. Lutar é uma ancestralidade a ser superada na evolução humana, como
tantas outras foram, são e serão, mas o sistema incita a competição, o confronto, a disputa, estimula e atiça
ao máximo - pela mídia avassaladora e seu massacre publicitário, pelo modelo de educação enquadrador, pela
arte e pela cultura em geral, transformadas em produtos de consumo e celebrismos. O confronto é fácil para
o controle do sistema social. O domínio dos parasitas podres de ricos não teme o confronto, o aparato da
segurança pública taí pra isso. O que essa corja teme, e treme de pavor e ódio, é a instrução, a informação, a
solidariedade, a autonomia, a tomada de consciência, o esclarecimento e a união dos povos. Esse é o trampo,
desde muito antes de nascermos e até muito depois de morrermos. É preciso dar sentido à vida e o caminhar
é permanente. (5.1.16)
Fonte:

http://observareabsorver.blogspot.com.br/2016/01/alguns-pensamentos-esporadicos-que-pude.html

5

Solicitação de apoio em abaixo assinado
Criamos um abaixo assinado para que seja obrigatório para prefeito,
vereadores, parlamentares e afins a prestação de serviço voluntário em
escolas e hospitais ao menos uma vez por mês!!!
Motivo: A criação de leis torna-se mais coerente quando seus aprovadores conhecem
a perspectiva daqueles que são afetados diretamente por elas. Se Eduardo Marinho
estiver certo, a revolução é interna. Se a conscientização e solidariedade mostrarão o
caminho da melhora, e se a habilidade de se colocar no lugar dos outros pode
desenvolver virtudes construtivas na humanidade, vamos incentivá-la!
Assinem e ajudem a divulgar a petição para ela ganhar voz!

Link: http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR86695

Fonte da Ideia:
wwww.portalpordiadema.com.br - Menu - petições públicas

6

Objetivo e Motivo
O que nos move é o objetivo e o que nos mantém resistentes é o motivo.
É Pelo 'porquê' que você enfrenta e é pelo 'O que' que você chega.
Quem sonha alto vai longe, quem sonha baixo não sai do lugar.
Quem tem fundamento resiste, quem encontra significado suporta qualquer coisa!
Só quem encontra alicerce para aquilo que almeja continua seu caminho.
Adoecer é basear sua vida em erros humanos.
Viver é ter o propósito de uma jornada e é nela que se aproxima alguma satisfação.
Não são seus sonhos que te fazem encarar o que vier, são os motivos por trás de seus sonhos!
Não são seus motivos que te fazem andar, é o objetivo alimentado por estes motivos.
O Erro não é buscar o sentido da vida, o erro é esquecê-lo dentro de você!
Veja a sua volta o que move adultos e crianças?
Só quando se é criança que o objetivo é igual ao motivo.
O propósito e o fundamento de uma criança é brincar.
Ela brinca porque brinca. Brincar é tudo que importa e tudo que existe!
Em algum momento que não se sabe quando a criança decide brincar de ser adulta.
Em outro momento que não se sabe quando o adulto esquece que era uma brincadeira.
Agora que cresci, só a vivência longe do conformismo e do conforto me farão ver as coisas de uma forma
mais verdadeira!
Adultos que esquecem sua essência oscilam suas metas.
Procuram infantilmente sua satisfação em bens materiais e então se frustram.
Preferem limitar seus propósitos do que mergulhar dentro de si para aperfeiçoá-los!
Preferem diminuir seus sonhos do que olhar para o céu e expandi-los!
Existe uma revolução invisível acontecendo lentamente...
Mudando o propósito de um instinto animal para uma causa humana.
Os revolucionários não são aqueles que optam por lutar, são aqueles que optam por servir.
Não são aqueles que querem revolucionar, são aqueles que se tornaram a revolução.
São pessoas que você não consegue ofendê-las.
Propósitos mesquinhos não fazem mais parte do seu mundo.
Orgulho, arrogância, violência e egoísmo não pertencem ao seu caráter.
Discussões ofensivamente críticas são naturalmente infantilidade para tais seres.
Quando fala, são palavras que se forem aceitas com humildade por quem a houve, modifica um alicerce,
fazem homens que se acham alguém perceberem que não são nada.
Palavras que transformam orgulho em vergonha, egoísmo em infantilidade , erro em aprendizado,
humildade em maturidade e consciência em combustão.
Para essas pessoas com tal energia contagiante e indestrutível, tudo é claro e tudo que falam é óbvio.
Mas o que é o óbvio se não a melhor maneira de enganar os homens com os motivos errados para viver?

“O amor e a verdade são as duas faces de Deus, o amor é o
caminho, a verdade é o fim” – Mahatma Gandhi

7

Imagine a revolução Interna e solidária acontecendo em massa!
Certa vez na cidade do Nuncafoi, um motorista chamado Aroldo dirigia um ônibus quando
sem perceber fechou um ciclista antes de parar no ponto para um passageiro descer.
O passageiro descendo quase foi atropelado pelo ciclista que veio xingando o motorista.
Então o passageiro na calçada começou a resmungar, xingar, ofender e acusar o motorista que
não prestou atenção.
Aroldo abriu a porta da frente ao lado do passageiro e disse:
- Rapaz, o senhor nunca errou não?
O passageiro ainda com raiva gritava:
-Seu louco, tolo e idiota! Você não repara no que está fazendo? Alguém podia ter se
machucado!
O motorista repete a mesma pergunta:
- Rapaz, o senhor nunca errou não? Senhor perfeito, Deus abençoe senhor perfeito!
Então o passageiro dando risada fez um gesto irônico e debochador.
Um dos outros passageiros dentro do ônibus coloca a cabeça para fora e diz:
- Eu também já errei! Deus abençoe senhor perfeito!
Outro passageiro coloca a cabeça para fora e diz a mesma coisa:
- Mas Eu também já errei poxa! Deus abençoe você senhor perfeito!
Então todos os passageiros do ônibus tomam a mesma atitude, invertendo totalmente os
valores daquela situação e causando um impacto de revolução na vida de alguém que percebeu
a infantilidade de escolher o orgulho e arrogância ao invés da humildade e
empatia.
__________________________________________________________________
*Aqui tem um ponto importante ao leitor: Esta revolução e inversão de valores só se torna
evidente e tem um impacto visivelmente benéfico quando existe uma união seguindo com o
mesmo propósito. Se deixarmos objetivos egoístas, ignorantes e ofensivos tomarem força, esse
instinto de solidariedade diminuirá cada vez mais, e nossa covardia alimenta isso.

Será que temos este poder de envergonhar a arrogância? Temos inteligência suficiente
para oprimir o egoísmo? Ou vamos incentivar que ofensas transformem homens honestos em
pessoas sem qualquer afeto?

8

Em que momento de nossas vidas deixamos de perceber quão importante é notar tudo
aquilo que nossas escolhas estão incentivando?
Certa vez na cidade do Nuncafoi dois irmãos gêmeos, Vitor e Tiago, com apenas 9 anos de
idade estavam em uma sala de aula em uma escola de artes chamada EMIA, ouvindo a
explicação de uma determinada professora. Esta professora olhou para o Tiago e fez uma
pergunta sobre a sua explicação.
O Tiago sem compreender, olhou confuso para a professora e sem saber a resposta
movimentou seus ombros em silêncio sacudindo horizontalmente a cabeça.
A professora se sentindo ofendida gritou:
-Moleque Burro e mal educado! Não deve balançar seus ombros dessa forma para alguém
mais velho! Você não pode ficar debochando de mim, saia agora da minha aula e aguarde a aula
terminar do lado de fora desta sala!
Vitor olhando aquela situação e vendo seu irmão triste, confuso e sem entender nada saindo
cabisbaixo daquele local começou a pensar sobre aquilo:
-Isso é injusto! A professora viu a ação do meu irmão como uma ofensa, entendeu que ele
estava zombando da professora, ela não soube se colocar no lugar dele! E o meu irmão que não
entendeu nada será punido? Ele nem sabia o que esse gesto significaria no fundamento
individual desta professora.
Quando Tiago abriu a porta e olhou para seu irmão, Vitor berrou:
-Espera! Professora, não é bem assim!
Vitor se aproximou do seu irmão, o abraçou e disse para a professora:
-Professora, a habilidade de se colocar no lugar dos outros é extremamente rara. Porque para
essa façanha você precisa entender o motivo por trás da ação da pessoa e vivemos em um
mundo egoísta e ignorante demais para que adultos infantis compreendam isso. Eu entendo
seu modo de pensar, mas o mundo não gira em torno da cultura que a senhora foi criada. Existe
uma questão maior do que estar certo, é a questão de saber o que você está incentivando com
suas atitudes! Se quer puni-lo injustamente porque ele inocentemente feriu o seu ego, peço
humildemente que me castigue também! Porque se este garoto crescer e achar que o
conhecimento e arrogância estão acima do afeto e união, eu não quero ser cúmplice do seu
erro!
__________________________________________________________________
*Eu já vi pessoas absorverem conhecimento de forma arrogante e o tempo mostrar frutos
podres destes seres humanos. Já vi pessoas absorverem ilusões de forma esperançosa e o
tempo mostrar excelentes resultados. Trocamos o fundamento pelo objetivo. A verdade é uma
meta, não um caminho. A solidariedade não é utopia, é uma escolha de jornada.
Certa vez na cidade do Nuncafoi em um campo de futebol Dalvan jogava bola com seus
amigos em um festival com troféu de premiação.
9


Related documents


descubra os outros em voce v23
livro o hacker que encontrou o reino de deus v100
a nova teoria da relatividade pelo reino dos ceus v20
07 vivendo agora no reino divino pdfppd
cartilha doa intercambista
a solu o para todas as injusti as v5

Link to this page


Permanent link

Use the permanent link to the download page to share your document on Facebook, Twitter, LinkedIn, or directly with a contact by e-Mail, Messenger, Whatsapp, Line..

Short link

Use the short link to share your document on Twitter or by text message (SMS)

HTML Code

Copy the following HTML code to share your document on a Website or Blog

QR Code

QR Code link to PDF file DESCUBRA_OS_OUTROS_EM_VOCE_V23.pdf