PDF Archive

Easily share your PDF documents with your contacts, on the Web and Social Networks.

Share a file Manage my documents Convert Recover PDF Search Help Contact



Louis P. Sheldon A Estratágia .pdf


Original filename: Louis P. Sheldon - A Estratágia.pdf

This PDF 1.4 document has been generated by / ABBYY FineReader 11, and has been sent on pdf-archive.com on 22/05/2017 at 10:18, from IP address 162.250.x.x. The current document download page has been viewed 843 times.
File size: 17.9 MB (282 pages).
Privacy: public file




Download original PDF file









Document preview


( T H E AGE NDA)
----- - — ..r....--------------------------------- ■■
-

;;/ - ■
--------------------- ■ :
-



O PLANO DOS HOMOSSEXUAIS

PARA TRANSFORMAR A SOCIEDADE

REV. LOUIS P. SHELDON

FUNDADOR E PRESIDENTE DA COALIZÃO DOS VALORES TRADICIONAIS

(THE AGENDA)
O PLANO DOS HOMOSSEXUAIS

PARA TRANSFORMAR A SOCIEDADE

REV. LOUIS P. SHELDON

FUNDADOR E PRESIDENTE DA COALIZÃO DOS VALORES TRADICIONAIS

Copyright 2012 em português por Editora Central Gospel para distribuição internacional, exceto para
Portugal, Angola e Moçambique.
Publicado em inglês por FrontLine, AStrang Company agora Charisma Media/Charisma House Book
Group, 600 Rinehart Road, Lake Mary, Florida, 32746 USA sob o título (The Agenda) Copyright ©
(2005) by Rev. Louis P. Sheidon. Todos os direitos reservados.
Disponível em outras línguas por Charisma Media, 600 Rinehart Road, Lake Mary, FL 32746 USA,
e-mail: charismahouse@charismamedia.com

GERENCIA EDITORIAL
E DE PRODUÇÃO

Dados Internacionais de Catalogação
na Publicação (CIP)

Gilmar Vieira Chaves
COORDENAÇÃO EDITORIAL

Patrícia Nunan

SHELDON, Louis P.
Título em inglês: The Agenda

COORDENAÇÃO DE DESIGN

Marcos Henrique Barboza

Título em português: A estratégia - O plano dos hom os­

sexuais para transformar a sociedade
288 páginas

TRADUÇÃO

Clarice Tammerik
Ellen Canto
Giuliana Niedhardt

ISBN: 978-85-7689-231-1
1. Bíblia 2.Vida cristã l. T ítulo II.

1a REVISÃO

Juliana Ramos
Queila Martins
Patrícia Calhau

Todos os direitos reservados. Este livro não pode ser
reproduzido, no todo ou em parte, armazenado em

REVISÃO FINAL

sistemas eletrônicos recuperáveis nem transmitido por

Patrícia Calhau
Friedrich Gustav Schmid

sem a prévia autorização por escrito do editor.

PROJETO GRÁFICO

As citações bíblicas utilizadas neste livro foram extraídas

Marcos Henrique Barboza

da Versão Almeida Revista e Corrigida (ARC), salvo

nenhuma forma ou meio eletrônico, mecânico ou outros,

indicação específica, e visam incentivar a leitura das

DIAGRAMAÇÃO

Sagradas Escrituras.

Sanderson Santos
IMPRESSÃO E ACABAMENTO

Este livro está de acordo com as mudanças propostas
pelo novo Acordo Ortográfico, em vigor desde janeiro

ROTAPLAN

de 2009.

1a edição: Março/2012

Editora Central G ospel Ltda
Estrada do Guerenguê, 1851 - Taquara

CENTRAL

GOSPEL

Cep: 22.713-001
Rio de Janeiro - RJ
TEL: (21)2187-7000
www.editoracentralgospel.com

índice
r

Introdução —Procura-se uma testemunha fiel ...........................................5

Parte I — Os fatos e a ficção.................................................. 17

Capítulo 1 — As forças destrutivas............................................................19
Capítulo 2 — Uma campanha de engano................................................. 45
Capítulo 3 — Um desastre de saúde pública............................................ 69

Parte II — Mudando a cultura...............................................93

Capítulo 4 — Além da lei e da ordem....................................................... 95
Capítulo 5 — Mudanças no ambiente de trabalho...............................125
Capítulo 6 — Dominando as escolas.......................................................147

Parte III — Protegendo o futuro........................................... 171

Capítulo 7 — Protegendo a família..........................................................173
Capítulo 8 — Despertando a Igreja......................................................... 197
Capítulo 9 — Restaurando os valores tradicionais...............................221
Capítulo 10 — 0 que pode ser feito?...................................................... 245
Referências bibliográficas......................................................................... 269

A homossexualidade está fora de sincronia com
a criação de Deus e é contrária à ordem natural. Um
relacionamento homossexual é exatamente o con­
trário do que Deus ordenou. Pegue qualquer coisa
que tenha sido criada ou projetada para funcionar
de determinada maneira e reverta a sequência da
operação, e o resultado inevitável será a destruição.
Uniões do mesmo sexo agridem a própria imagem
de Deus e a ordem natural. (St a v e r , 2 0 0 4 , p. 102)

Introdução

Procura-se uma
testemunha fiel
É uma cena que você jamais esquecerá, uma realidade que jamais
deveria ter de suportar: uma casa de banhos em São Francisco, num
sábado à noite —uma realidade tão sórdida, tão chocante, tão pecami­
nosa e moralmente repulsiva que você jamais assistirá a tal coisa nos
noticiários noturnos.
As transmissões pornográficas de rádio e televisão de Howard
Stern não chegam nem perto disso, e nem mesmo o sádico marquês de
Sade, que viveu no século 18, poderia imaginar a profunda degradação
e perversão que ocorre em lugares assim regular e virtualmente, sem
parar.
Em meio a todos os posicionamentos e campanhas pelos “direi­
tos iguais” e “direitos civis”, ao lobby homossexual, que afirma que tudo
o que os gays querem são os mesmos privilégios que outras famílias des­
frutam, essas cenas revelam a verdade sórdida e a mentira que sustentam
a estratégia homossexual. E é por isso que você jamais irá vê-las exibidas
nas grandes emissoras. Não é por acaso que a mídia evita essas imagens
como se fossem uma praga: um olhadela no que realmente acontece no
centro do movimento homossexual, e sua campanha de engano teria fim.
Se a classe média acordasse para tudo o que isso realmente signi­
fica, para o que os homossexuais e as lésbicas realmente fazem uns aos
outros e para o que têm em mente para seus filhos e filhas inocentes, a
“causa sagrada” da sodomia estaria perdida para sempre.
Mas, num certo sentido, é exatamente isso o que precisa acontecer.
Ninguém jamais deveria ser exposto a essas cenas de depravação
humana que cauterizam e entorpecem a mente. Contudo, esta nação
está sendo bombardeada hoje, mais do que nunca, e milhões de pessoas
têm assumido uma atitude de negação.
Alguns têm aceitado a ideia de que o homossexualismo é um “estilo
de vida” natural, enquanto outros têm sido intimidados a manter-se ca­
lados pelo alarmismo e pelas palavras de ofensa por parte daqueles que,

A Estratégia (The Agenda)

por trás de uma bandeira da tolerância e da diversidade, buscam silen­
ciar a verdade e abolir o julgamento moral de qualquer espécie.
Fica mais do que evidente agora que não são apenas os terroris­
tas estrangeiros que temos de temer hoje. Os radicais mais perigosos
que ameaçam nosso estilo de vida são aqueles que vivem entre nós.
Eles já têm posições privilegiadas no governo, nos tribunais, em nossas
escolas e faculdades e até mesmo no mundo dos negócios; e você pode
ter certeza de que eles nos destruirão se não tomarmos medidas para
derrotar o movimento radical deles agora.
Os jovens em nossas escolas e faculdades são constantemente
bombardeados com informações falsas e distorcidas, num esforço de
atraí-los para uma conspiração perigosa e mortal. E é com muita tris­
teza que afirmo que, na maioria das vezes, ela está funcionando.
Uma coluna escrita pelo homossexual ativista Michael Swift, pu­
blicada na revista Gay Community News, em fevereiro de 1987, e mais
tarde reimpressa no Congressional Record, uma espécie de registro fei­
to pela imprensa sobre os assuntos tratados no Congresso americano,
revela grande parte dos propósitos obscuros do assim chamado mo­
vimento dos direitos dos gays. Seu discurso violento, longo e obsceno
expressa o crescente ultraje que muitos homossexuais sentem pela so­
ciedade heterossexual. O artigo começa com estas palavras chocantes:
Vamos sodomizar seus filhos, símbolos de sua frágil m asculinida­
de, de seus sonhos superficiais e m entiras vulgares. Vamos seduzi­
dos em suas escolas, em suas repúblicas, em seus ginásios, em seus
vestiários, em suas arenas de esportes, em seus seminários, em seus
grupos de jovens, nos banheiros de seus cinemas, nos alojamentos
de seu exército, nas paradas de seus caminhões, em todos os seus
clubes masculinos, em todas as suas sessões plenárias, em todos os
lugares onde hom ens estejam juntos com outros homens. Seus fi­
lhos se tornarão nossos subordinados e farão tudo o que dissermos.
Serão remodelados à nossa imagem. Eles suplicarão por nós e nos
adorarão.

Esse ataque obsceno prosseguiu por vários parágrafos, descre­
vendo sem nenhum pudor o tipo de perversão e hostilidade que está
por trás da raiz desse perigoso distúrbio emocional.

0 plano dos homossexuais para transform ar a sociedade

Descobrindo a verdade
Graças a anos de relações públicas sofisticadas, ao apoio dos
maiores jornais da mídia e aos educadores de todos os níveis, des­
de o professor de jardim da infância até os maiores catedráticos, os
ativistas homossexuais têm agido de forma a convencer nossos vizi­
nhos de que o cristianismo — e principalmente o direito cristão — é
o verdadeiro inimigo.
Esse é outro exemplo da maneira como eles viram tudo de cabe­
ça para baixo. Mas não se engane, aqueles que estão trabalhando noite
e dia para abolir nossa capacidade de julgamento moral são o inimigo
que devemos temer. Foi por isso que escrevi este livro: para apresentar
os fatos, expor a hipocrisia e o engano e relembrar a todos que vamos
perder terreno se falharmos em agir de forma a paralisar, de uma vez
por todas, a estratégia homossexual.
Este livro examina a história do movimento homossexual e das
táticas cruéis do movimento do direito dos gays.
Particularmente, mostro como o movimento gay tem invadido
nossas escolas, faculdades, locais de trabalho, igrejas e lares. Desde o ata­
que aos gays ocorrido no bar Stonewall Riots, em 1969, à famosa marcha
de gays e lésbicas em Washington, em 1993, bem como as paradas do
7

Introdução - Procura-se uma testemunha fiel

Está claro que essas não são palavras de uma minoria reprimida
que está em busca de direitos iguais, mas um discurso violento vindo
das profundezas do inferno.
Homens e mulheres determinados a enfraquecer o estilo de vida
desta nação têm um ódio profundo pelos valores cristãos. Eles não
querem apenas redefinir os conceitos de família e de relação sexual
normal, mas querem também destruir a família tal como a conhece­
mos, e já afirmaram isso.
Os promotores da estratégia, do plano homossexual, são pessoas
cheias de ressentimento e ódio, misturados com autorrejeição e vergo­
nha, e não desistirão até que tenham erradicado cada traço de mora­
lidade e auto contenção, a menos que, pela graça de Deus, decidamos
levantar-nos, dizer não e, de certa forma, colocar um ponto final no
seu plano desesperado.

A Estratégia (The Agenda)

“orgulho gay”, que têm sido organizadas em muitas cidades hoje, apre­
sento uma retrospectiva de como a ampla aceitação pública do desvio
sexual tem sido utilizada como uma arma contra o cristianismo e os
valores morais tradicionais.
Dedico alguma atenção a como os homossexuais assumiram o
controle da mídia e da cultura popular, e por que a Associação Psiqui­
átrica Americana cedeu aos ativistas homossexuais, que forçaram esses
profissionais médicos a abandonar sua posição oficial, que classificava
a atração pelo mesmo sexo como uma desordem mental. E, é claro,
também incluo uma incursão do que você pode fazer a fim de parar a
transformação radical de nossa cultura, e como você pode apoiar os es­
forços para proteger as futuras gerações de jovens desse mal traiçoeiro.
Pesquisadores médicos e epidemiologistas têm demonstrado
que as práticas homossexuais invariavelmente estão ligadas a doenças
graves e de longa duração. O HIV e a AIDS são os primeiros a apare­
cer entre eles, é claro, mas a cultura simpatizante aos homossexuais
está negando a explosão das doenças sexualmente transmissíveis na
comunidade gay.
Contando com a cumplicidade de muitos da política de esquer­
da, existe um grande esforço dos homossexuais em fazer-nos acreditar
que a homossexualidade é um direito civil, e que a AIDS é uma espécie
de emblema de honra, em vez do flagelo médico e epidemia mundial
que de fato é. Felizmente, a comunidade afro-americana foi rápida em
desafiar essa fraude, tornando claro que a homossexualidade não é ne­
nhum direito civil. Eu também terei contribuído para isto.
Em seu importante livro Homosexuality and the Politics ofTruth
[A homossexualidade e a política da verdade], o Dr. Jeffrey Satinover
ilustra em detalhe gráfico o terrível preço que o corpo humano paga
pelos atos homossexuais. Cito parte dessa informação nestas páginas.
Porém, apesar da autoridade dessas pilhas de informações efetivas
sobre o assunto e de 15 anos de programas educacionais focados em
ensinar rapazes e moças a evitar comportamentos de risco, a comu­
nidade homossexual continua a empurrar seu estilo mortal com mais
agressividade do que nunca. E graças à defesa de Hollywood e à simpa­
tia dos noticiários nas mídias, outros milhões de jovens morrerão como
resultado, e outra geração de crianças inocentes está sendo capturada
por sua vilania e seu engano.


Related documents


louis p sheldon a estrat gia
informativo 7 bxa
educacao 2021
resolucoes encontro brasilia
cartilhafinal web
informativo cdho maio 2014


Related keywords