PDF Archive

Easily share your PDF documents with your contacts, on the Web and Social Networks.

Share a file Manage my documents Convert Recover PDF Search Help Contact



capítulo 9 parte 2 .pdf


Original filename: capítulo 9 - parte 2.pdf

This PDF 1.3 document has been generated by Pages / Mac OS X 10.12.5 Quartz PDFContext, and has been sent on pdf-archive.com on 11/06/2017 at 21:01, from IP address 179.219.x.x. The current document download page has been viewed 265 times.
File size: 288 KB (4 pages).
Privacy: public file




Download original PDF file









Document preview


Reino Metazoa: ciclo e folhetos embrionários,
celoma e metamerização
para bioatividade.tumblr.com

Ciclo embrionário

Esquema do ciclo embrionário da maior parte dos animais
1) Na primeira etapa é formado o zigoto, a célula-ovo que é formada após a
fecundação.
2) O zigoto sofre uma série de divisões conhecidas como clivagem que formam
uma massa de células (etapas 2,3,4,5,6)
3) Depois da formação de várias células a partir da clivagem feita no zigoto, é
originado uma esfera oca de células, conhecida como blástula,(o interior da
cavidade é conhecido como blastocele).
4) A camada de células aumenta seu tamanho e conforme ela aumenta a
blastocele também cresce e vai dobrando-se para dentro. Esse processo é
conhecido como gastrulação, e ele dá origem a duas camadas de células: o
ectoderma (camada externa) e a endoderme (camada interna). Com isso
forma-se uma nova camada interna, o arquêntero, que corresponde à futura
cavidade digestiva do individuo.
5) O blastóporo é formado e este pode ter dois destinos, dependendo do filo
pertencente. Na maioria dos filos invertebrados, o blastóporo origina a boca
do animal. Esses são conhecidos como protostômios. Contudo, entre os
equinodermos e os cordados, o blastóporo origina o ânus.


Folhetos embrionários
Os folhetos embrionários são camadas de células que surgem no embrião, após
o processo de gastrulação. Nos animais diblásticos (os cnidários, por exemplo)
só há a presença de dois folhetos embrionários: a ectoderme e a endoderme.
Já nos animais triblásticos há a presença de três folhetos: a ectoderme,
mesoderme e endoderme. Existem casos em que o animal não possui nenhum
folheto, um exemplo é o filo dos poríferos.

Celoma
A maior parte dos filos do Reino Animalia são celomados, pois possuem
um celoma no seu interior. O celoma é uma cavidade delimitada pela
mesoderme. A presença do celoma tem várias funções como: abrigar órgãos
internos, facilitar transporte de nutrientes, excretas e gás oxigênio e
disponibilizar espaço para o crescimento dos órgãos internos. Os animais que
não possuem o celoma são chamados de acelomados, como por exemplos os
vermes com o corpo achatado- platelmintos.

Há animais que possuem um pseudoceloma porque possuem falso
celoma por não ser uma cavidade inteiramente forrada por tecido
mesodérmico. A mesoderme apenas reveste a superfície interna da parede do
corpo, deixando de fazê-lo na parede intestinal, como acontece com os
vermes de corpo cilídrico, chamados nematelmintos.

Metamerização
A metamerização é a divisão do corpo em segmentos - ou
metânementos. Essa característica surgiu primeiramente no filo dos anelídeos
– o que trouxe uma melhora na sua mobilidade - e, mais tarde, também no
filo dos artrópodes e cordados.
Em um animal segmentado, cada metâmero é
separado do outro através de um tecido proveniente
da mesoderme. Além disso, alguns órgãos vitais
como gânglios nervosos, órgãos excretores e
músculos estão presentes em cada metâmero,
dando-lhes certa autonomia com relação aos
demais. A musculatura de cada segmento, por
exemplo, pode se contrair independente dos
demais, possibilitando ao animal assumir diferentes
diâmetros conforme a região do corpo considerada.


Glossário
Blastóporo: abertura transitória que se forma no embrião durante o estágio de
gástrula, e que, em alguns animais, dá origem ao ânus
Celoma: cavidade do corpo derivada do mesoderma do embrião, presente em
animais de diversos filos e no interior da qual se localizam as vísceras.
Clivagem do zigoto: A clivagem
do zigoto consiste em repetidas divisões do zigoto em duas célulasfilhas chamadas blastômero.
Metameria: segmentação principal do corpo, própria de diversos grupos
animais, numa série de metâmeros mais ou menos idênticos.


capítulo 9 - parte 2.pdf - page 1/4
capítulo 9 - parte 2.pdf - page 2/4
capítulo 9 - parte 2.pdf - page 3/4
capítulo 9 - parte 2.pdf - page 4/4

Related documents


cap tulo 9 parte 2
ban live export
aula 4 denticao
brazils animals 1
texto ice
jornal milano completo outubro 8mb min


Related keywords