Carne Bíblia Anglicana .pdf

File information


Original filename: Carne Bíblia Anglicana.pdf
Author: Sonia

This PDF 1.5 document has been generated by Microsoft® Word 2010, and has been sent on pdf-archive.com on 27/02/2018 at 11:09, from IP address 189.4.x.x. The current document download page has been viewed 203 times.
File size: 83 KB (1 page).
Privacy: public file


Download original PDF file


Carne Bíblia Anglicana.pdf (PDF, 83 KB)


Share on social networks



Link to this file download page



Document preview


"Carne" na versão da Bíblia King James I, do Século XVII
Autora: Sônia T. Felipe [26/2/2018]

A versão da Bíblia, aquela, Anglicana, do Rei Jaime I, do início dos anos 1600, foi resultado de
pesquisas de mais de 50 autoridades teológicas, médicas e científicas, convidadas por ele para
fazerem uma tradução decente do texto tão vilipendiado até então.

"Carne", na Bíblia, era a palavra usada para designar qualquer alimento não líquido nem pastoso,
alimento com matéria densa (hoje diríamos, proteínas) portanto, alimento com cerne. Podem conferir
nesta obra: STULL, Donald D.; BROADWAY, Michael J. (2013). Slaughterhouse Blues: the meat
and poultry industry in North America. 2. ed. Wadsworth: Cengage Learning.

Em grego, 'proteíos' quer dizer, o que forma a base de tudo o que vem junto, o cerne que dá liga e
sustentação a tudo o que é comestível ('brósimos') para formar todos os tipos de tecidos no
organismo animal, sem distinção de espécie.

Também à época do Rei Jaime I, "carne branca" era termo usado para designar leite e laticínios. Só
depois é que se inventou de empregar a palavra "carne branca" para designar músculos mortos nos
quais já não resta uma gota de sangue, extraído deles pela degola.

Então, se a Bíblia alguma vez manda comer "carnes", não se empolguem tanto, carnistas, ela apenas
manda comer alimentos com cerne, aminoácidos essenciais que possibilitam a formação de tecidos
ou músculos, sólidos, nada mais do que isso!

Uma lástima que todas as Igrejas e Escolas, Famílias e Tradições escondam de nós por séculos e
milênios os detalhes sórdidos das traduções, que o memorável filósofo Selvino Assmann sempre
gostava de chamar de 'traições', até que a gente, por não parar de ler, vai chegando às informações
valiosas!

Finalizando: a Bíblia pode até mandar comer carnes, ou referir-se a elas, mas não pensem que carne,
lá naquele texto, significasse "músculos mortos resfriados". Se fosse isso ela teria escrito
"cadáveres", o nome apropriado bem conhecido de todos os teólogos, cientistas e aficionados das
"carnes bíblicas". Animastê!

[Dr. phil. Sônia T. Felipe é filósofa abolicionista vegana, autora dos livros: Por uma questão de
princípios: alcance e limites da Ética de Peter Singer em defesa dos animais, esgotado; Ética e
experimentação animal: fundamentos abolicionistas, 2007, 2014; Galactolatria: mau deleite,
implicações éticas, ambientais e nutricionais do consumo de leite bovino, 2012; Acertos
abolicionistas: a vez dos animais, 2014; Carnelatria: escolha omnis vorax mortal, no prelo]


Document preview Carne Bíblia Anglicana.pdf - page 1/1


Related documents


carne b blia anglicana
biblia sagrada joao ferreira de almeida 1
anticancer
poa
tabela produtos
brazils animals 1

Link to this page


Permanent link

Use the permanent link to the download page to share your document on Facebook, Twitter, LinkedIn, or directly with a contact by e-Mail, Messenger, Whatsapp, Line..

Short link

Use the short link to share your document on Twitter or by text message (SMS)

HTML Code

Copy the following HTML code to share your document on a Website or Blog

QR Code

QR Code link to PDF file Carne Bíblia Anglicana.pdf