PDF Archive

Easily share your PDF documents with your contacts, on the Web and Social Networks.

Share a file Manage my documents Convert Recover PDF Search Help Contact



prancha final.ThiagoAbreu.300ppi .pdf


Original filename: prancha_final.ThiagoAbreu.300ppi.pdf
Title: prancha_final.ThiagoAbreu.300ppi

This PDF 1.5 document has been generated by Adobe Illustrator CC 2015 (Windows) / Adobe PDF library 15.00, and has been sent on pdf-archive.com on 08/03/2018 at 18:30, from IP address 179.214.x.x. The current document download page has been viewed 200 times.
File size: 60.7 MB (1 page).
Privacy: public file




Download original PDF file









Document preview


COMPLEXO AQUÁTICO GIOVANI CASILO
autoria: Thiago Abreu
orientação: Ricardo Trevisan

PERSPECTIVA EXPLODIDA

nível 1.5 - cota +4.5
arquibancada existente
restaurante, banheiros, camarote

Implantação do Projeto no SPRN
escala 1:2000
10m 20

STORYBOARD

30

40

90

JUSTIFICATIVA
O Setor Recreativo Parque Norte se localiza numa porção da cidade que tem grande potencial de se tornar um núcleo agregador de
pessoas e promotor de qualidade de vida, a exemplo do Eixão do Lazer aos domingos. Pela sua posição mediana entre o Parque da
Cidade Sarah Kubitschek e o futuro Parque Ecológico Burle Marx surge a possibilidade de interagir mais incisivamente com esse fluxo
de pessoas. A situação que temos hoje, após as obras do Estádio em razão da Copa do Mundo de Futebol, limita muito o potencial
do que o Setor pode oferecer à sociedade. Assim sendo, o projeto visa antes de mais nada o estabelecimento de um equipamento
público de vulto que promova o contato de um amplo público com esportes e atividades em geral relacionadas à água, iniciando uma
retomada da apropriação desse setor.
O Complexo se propõe, assim, como um ponto de acesso da sociedade brasiliense em geral aos benefícios do contato com a água.
Concretizar essa proposição implicou em signifcativa alteração do conjunto arquitetônico existente.
E aí se encontra a oportunidade de projeto.

tionalVersion

Parque Ecológico Burle Marx

Setor Recreativo
Parque Norte
Eixo Esporte-Lazer
Eixo Monumental
vocação cívica

Parque da Cidade
Sarah Kubitschek

nível 1 - cota +3.00
hall de acesso Ginásio Cláudio Coutinho

Eixo W3

vocação comercial

banheiros Ginásio Cláudio Coutinho

Eixo Rodoviário
vocação deslocamento

academia
Eixo L2

recepção academia

vocação variada

administração
restaurante

PROJETO

salão restaurante
mezanino C.T. Saltos Ornamentais

O conjunto inicial compreende as piscinas da Secretaria de Esporte e Lazer (antigo DEFER) e o Ginásio Cláudio Coutinho, que se
encontra em desuso já há vários anos. O projeto trata de retornar ao Ginásio sua função inicial como primeira piscina coberta de
Brasília e integrá-lo ao resto das piscinas e expansões formando um Complexo.
Fazem parte da área de expansão as piscinas lúdicas públicas e a piscina terapêutica, que visam aumentar a quantidade de público que
o Complexo pode servir, possibilitando ocupação inclusive aos finais de semana. Tendo como norte a garantia da permeabilidade
tanto física quanto visual, valores marcadamente presentes na arquitetura e urbanismo brasilienses, optou-se por uma composição
volumétrica que cria espaços diversos de apropriação, bem como situações de emolduramento das visuais.

nível 0.5 - cota +1.5
salas multiuso existentes

Temos, de acordo com o zoneamento conceitual e a perspectiva apresentados abaixo, a divisão didática do Complexo em três zonas
com vocações distintas. A zona 1 corresponde ao antigo DEFER e compreende a arquibancada antiga, bem como a piscina de 50
metros e a piscina de Saltos Ornamentais. A zona 2 corresponde ao Ginásio Cláudio Coutinho, que agora abriga uma piscina de 25
metros. Já a zona 3 corresponde à expansão que conta com uma piscina para adultos, uma para crianças e uma piscina para atividades
terapêuticas, bem como seu edifício alongado de apoio e o Centro de Treinamento em Saltos Ornamentais.
Foi criado também um espaço de transição de modo a não prejudicar a permeabilidade do Complexo na arquibancada nova, que
toma as feições e uma escadaria com degraus medindo dois metros de patamar (sendo meio metro em concreto e um metro e meio
gramado) que se volta tanto para o lado da piscina de 50 metros quanto para as piscinas lúdicas e é um convite à apropriação do usuário. Também configuram espaços de transição dados à livre apropriação os dois percursos sob marquises: a curva no térreo, que
conta ainda com espaço para exposições, e a subterrânea, que apresenta ao usuário janelas nas laterais da piscina. Por fim temos o
edifício da academia que age como elemento integrador entre as porções nova e antiga do Complexo, além de ser dono da visual
mais privilegiada.
“Para realizar mais do que o mínimo na diversidade das situações que surgem, estou reinvindicando forma e espaço com maior
potencial de “acomodação”, tal como um instrumento musical que soa da maneira como o instrumentista quer que ele soe.”
(H. Hertzberger)
Pois a Arquitetura é, no final das contas, a moldura dentro da qual a vida acontece.

nível térreo - cota 0.00
percurso marquise museu
salas fisioterapia

ZONA 1

salas restritas - equipe

- prática profissional
- sem cobertura
- centro de treinamento em saltos

vestiários
recepção - entrada principal

hall/vestiários

posto medico
salão quiosque de lanches
ZONA 2

- prática amadora
- Ginásio - cobertura
- academia

FLUIDEZ
arquibancada
arborizada

ZONA 1

ZONA 2

Centro de Treinamento de Saltos Ornamentais

ZONA 3
exposição

ZONA 3
- prática lúdica/terapêutica
- descoberta
- apoio

nível subsolo - cota -3.00
casa de máquinas
salas restritas - equipe
percurso marquise
salas multiuso
salas multiuso

vídeo do projeto em:

Corte Transversal
escala 1:250


Document preview prancha_final.ThiagoAbreu.300ppi.pdf - page 1/1

Related documents


prancha final thiagoabreu 300ppi
apartamentos sofia
proyecto hidroelectrico loja 2015
pfc munozvallejodiego 05312 pdf
icol nias ver o jfan14
parque urbano


Related keywords