Proposta Patrocinio Jr Borborema .pdf

File information


Original filename: Proposta Patrocinio_Jr Borborema.pdf

This PDF 1.7 document has been generated by Microsoft® Word 2016, and has been sent on pdf-archive.com on 23/03/2018 at 22:53, from IP address 187.22.x.x. The current document download page has been viewed 382 times.
File size: 2.1 MB (13 pages).
Privacy: public file


Download original PDF file


Proposta Patrocinio_Jr Borborema.pdf (PDF, 2.1 MB)


Share on social networks



Link to this file download page



Document preview


PROPOSTA DE PATROCINIO
(individual)

1. Introdução
Um novo esporte surge e com ele um novo e promissor mercado para empresas
exporem suas marcas e vender seus produtos. É essa a atual situação do Automobilismo
Virtual.
1.1 AUTOMOBILISMO VIRTUAL

Ao contrário do que muitos pensam o Automobilismo Virtual (AV) não tem nada a ver
com uma “brincadeira de criança” e nem poderia ter devido à complexidade de se praticar
esse novo esporte que vem crescendo a passos largos de acordo com o avanço das tecnologias
e o crescimento da popularização dos computadores pessoais e da própria internet.
Antes de iniciarmos qualquer explanação sobre esse assunto, vale salientar que o AV
utiliza simuladores de corrida e não “joguinhos de videogame” como imaginado por leigos. A
diferença crucial para a definirmos o que difere esses dois tipos é a forma e o objetivo para
qual foram feitos. Enquanto os jogos de videogame são feitos sem nenhuma base de dados
real (telemetria, física, composto e reações dos pneus de um carro real) um simulador tem por
obrigação trazer essas características em sua construção.
O objetivo de um jogo de videogame é divertir seu usuário, sem este se preocupar em
ter conhecimentos prévios de pilotagem e mecânica, ou seja, o jogador chega à frente do seu
videogame, anda no carro e já é possível vencer corridas. Já em um simulador isso é
praticamente impossível. O objetivo de um simulador, como o próprio nome já diz, é simular
as reações de um carro real, as condições climáticas do ambiente em relação à pista e aos
pneus, etc.
A partir dessas tecnologias empregadas em um simulador é que o Automobilismo
Virtual surge. Várias ligas com vários campeonatos diferentes existem no Brasil, mas todos
com um objetivo em comum: simular as corridas reais. Para isso regulamentos, regras de
punições, calendários, classificação, e outras regras são criadas para organizar as etapas e o
comportamento dos pilotos dentro e fora das pistas.
1.1.1 Números do Automobilismo Virtual
Com o objetivo de colher dados sobre o perfil demográfico dos pilotos brasileiros foi
disponibilizado um questionário que procurava identificar informações básicas sobre os
pilotos. Foram convidados a participar desta pesquisa, todos os pilotos inscritos e atuantes nas
principais comunidades de Automobilismo Virtual do Brasil.

Abaixo algumas importantes informações colhidas no Censo:

O que se pode concluir desses números é que os praticantes do Automobilismo Virtual
são em sua maioria homens entre 25 e 40 anos, formados e bem sucedidos com alto poder
aquisitivo. Receita certa para o sucesso desse novo mercado de consumo.

2. O simulador
2.1 DADOS TÉCNICOS
Titulo: iRacing
Editora: iRacing Motorsport Simulations
Ano de Publicação: 2008
Website: www.iracing.com
2.2 CRIAÇÃO/CRIADORES
A empresa foi criada em setembro de 2004 por Dave Kaemmer e John Henry. Dave foi
co-fundador da famosa Papyrus, desenvolvedora dos premiados NASCAR Racing: 2003 e Grand
Prix Legends. John é dono do time Boston Red Sox e do Fenway Sports Group e, acima de tudo,
um aficcionado por simulação automobilística.
2.3 TECNOLOGIA
O iRacing é aclamado como o mais realista simulador já feito, baseado no trabalho em
parceria com uma série de organizadores de provas e pilotos de várias competições
americanas, como a NASCAR, IndyCar entre outras.
O objetivo da iRacing.com, pela voz de seus donos, é simples: tornar cada volta dentro
do simulador tão real quanto uma volta em uma pista de verdade. É também uma aposta forte
dos autores numa vertente não só de entretenimento, mas também de software de treino
para pilotos e equipes profissionais.
Para alcançar esse nível de realismo, a empresa criou um pioneiro (e exclusivo) sistema
de scaneamento laser tridimensional que possibilita a reprodução virtual de, simplesmente,
TODOS os aspectos da pista. Desde o traçado mais fiel, passando pelos detalhes fora da pista
(localização de objetos, pontes, etc.) e, enfim, chegando a um ponto crucial: todas as
características da pista como tipo e grip do asfalto, rachaduras, saltos, ondulações são
gravadas e trazidas ao simulador.

Com a mesma preocupação com a realidade, a iRacing.com firmou parcerias com
várias montadoras a fim de obterem todos os aspectos técnicos reais dos carros. Arquivos de
modelação CAD fornecidos pelas fabricantes garantem a precisão milimétrica. Em adição, o já
referido sistema de scaneamento a laser também é utilizado para recolher informações
matemáticas das voltas de teste feitas em cada circuito e com cada carro do simulador.

3. Pilotos e patrocinios reais
3.1 Pilotos Reais
Devido ao grande grau de realismo, o iRacing.com também é utilizado para
treinamento de pilotos e equipes reais. Então é comum encontrar pilotos como Dale Earnhardt

Jr, Brad Keselowski (NASCAR) e até Rubens Barrichello nos circuitos virtuais seja se divertindo,
seja treinando ou competindo no campeonato mundial, sempre carregando o seu
patrocinador real na sua pintura virtual.

Dale Earnhardt Jr no seu carro virtual (esquerda) e ao lado do seu carro real (direita)

Imagem da tela do simulador com Barrichello na pista
3.2 Pilotos Virtuais
Os três melhores pilotos virtuais do mundo considerados hoje, independentemente de
que simulador correm, estão nos campeonatos Pro e Pro/DWC: Greger Huttu, Richard Towler
e Shawn Purdy. Esses pilotos são patrocinados por grandes empresas, como Fanatec, Simcon,
Frex e outras marcas famosas, para se dedicarem exclusivamente às corridas virtuais no
iRacing.

4. Transmissões ao vivo
Com o crescimento acelerado do Automobilismo Virtual e com a grande procura das
empresas reais, que já viram um novo e promissor mercado se formando, o esporte ganhou
um forte aliado para seu desenvolvimento: a transmissão ao vivo. Com isso alguns
campeonatos passaram a investir nas transmissões de suas corridas trazendo sempre alta

qualidade e profissionalismo, que podem ser assistidas por qualquer pessoa no Brasil e fora
dele, aproximando ainda mais os amantes do automobilismo com o seu esporte favorito.

Assim como a tendencia mundial do Automobilismo Virtual, o campeonato principal
do simulador iRacing.com também tem transmissões ao vivo assistida por centenas de
“webespectadores” sendo uma vitrine internacional para os patrocinadores.

5. Campeonatos nacionais
5.1 Liga iRacing Brasil

A liga iRacing Brasil (WWW.iracingbrasil.com.br) é a mais tradicional da comunidade
brasileira utilizando o simulador iRacing.com. Com campeonatos de Nascar, GT3, IndyCar e
outros, a iRacing Brasil se torna uma das principais ligas nacionais com a melhor estrutura e
premiação sendo, inclusive, elogiada pelo próprio iRacing.com.

5.3 F1BC.com

A F1BC (www.f1bc.com) é uma das maiores ligas em número de categorias no cenário
nacional do AV. Com campeonatos em diversos simuladores, a F1BC.com consegue conquistar
um grande número de pilotos virtuais durante o ano. Sempre com boas premiações e
transmissões de todas as categorias, a F1BC se torna uma das principais ligas do Brasil em se
tratando de Automobilismo Virtual.


Related documents


proposta patrocinio jr borborema
reglamento pogonero
regulamento 2017
regulamento
gt tour presentation portugues
2 copa ralis de inverno pt x

Link to this page


Permanent link

Use the permanent link to the download page to share your document on Facebook, Twitter, LinkedIn, or directly with a contact by e-Mail, Messenger, Whatsapp, Line..

Short link

Use the short link to share your document on Twitter or by text message (SMS)

HTML Code

Copy the following HTML code to share your document on a Website or Blog

QR Code

QR Code link to PDF file Proposta Patrocinio_Jr Borborema.pdf