DT 71.pdf


Preview of PDF document dt-71.pdf

Page 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

Text preview


4

FUTEBOL

DESPORTIVO Transmontano
Terça-feira, 30 de Outubro de 2012

AFVR: Divisão de Honra (Jorn. 7)

Mondinense 2

Vila Pouca 0
Recinto: Estádio Municipal de Mondim de Basto
Árbitro: André Neto
Auxiliares: Israel Mota e António Trindade
Barroco

Gabi

Pinto

Tiago Marques

Rui Abreu

Bruno

Saroto

Telmo

João Miguel

Luisinho

Espanhol

Moisés (Fraguito 55`)

Pires (Peneda 80`)

Bouças

Gijo (Catita 75`)

Dany (António 61`)

Plácido

Mico

Ricardo (Pedrinho 80`)

Nelson

Rudy

Duarte Paço

T: Luís Miguel

T: Rui Ralha

Golos: 1-0 Plácido (17`), 2-0 Rudy (55`)
Vermelho: Duarte Paço (39`).
Amarelos: Saroto (63`), Bruno (78`), Luisinho
(81`), Rudy (83`), e Tiago Marques (85`).

Luís Roçadas

Mondinense ao receber e
vencer o Vila Pouca (2-0), volta de novo ao topo da tabela
classificativa
A turma da casa entrou na
partida com grande pendor

FUTEBOL  Divisão de Honra AFVR

De novo no topo
ofensivo, dando mostras de
querer chegar ao golo o mais
rápido possível e, logo aos
4 minutos Plácido teve tudo
para poder inaugurar o marcador, depois de um cruzamento
exemplar de Rudy. Contudo o
avançado da formação da casa
não conseguiu finalizar da melhor forma.
Aos 17 minutos e dando seguimento a esse pendor mais
ofensivo, o almejado golo viria
a surgir para as hostes da casa,
com Plácido a redimir-se do
lance anterior e a finalizar da
melhor um livre da esquerda.
Em desvantagem no marcador a formação visitante tentou
reagir. No entanto sem efeitos
práticos, já que as oportunidades de perigo eram escassas.
Aos 39 minutos Duarte Paço,
depois de perder o esférico tem
uma entrada duríssima sobre
um adversário, com André Neto
a mostrar a cartolina vermelha

ao dianteiro visitante.
Na etapa complementar
com menos um homem em
campo o técnico visitante, teve
que ajustar posições, adiantou
Dany no terreno de jogo, ficando a jogar apenas com um
trinco.
A equipa visitante até entrou bem neste segundo período, obrigando de certa forma
a fazer recuar o bloca da casa.
No entanto aos 55 minutos, e
num período onde os visitantes
estavam por cima do jogo, os
da casa viriam novamente a “faturar” por intermedio de Rudy,
que de cabeça deu o melhor
seguimento a um pontapé de
canto.
Este golo acabaria por sentenciar o jogo, já que os visitantes em desvantagem de dois
golos, e com menos um homem em campo, teoricamente
poucas hipóteses tinham de
conseguir dar a volta aos acon-

tecimentos.
A turma de Rui Ralha em
altura alguma virou a “cara á
luta”, mesmo com estas vicissitudes, sempre procurou chegar
a baliza adversaria, com o intuito de reduzir a desvantagem no
marcador, tendo inclusive em
três pontapés de canto diretos
consecutivos, muito perto de
chegar ao golo, valeu nestes
três lances o guarda- redes Barroco, que teve de se aplicar a
fundo para manter a sua baliza
inviolável.
Em suma uma vitória que
acaba por ser justa da equipa
da casa, perante um adversário
que tudo fez para conseguir um
resultado positivo.
Quanto ao arbitro André
Neto, bem no aspeto técnico,
menos beml no aspeto disciplinar, já que ficaram alguns amarelos por mostrar.

FUTEBOL  Divisão de Honra AFVR

Vitória moralizadora para o Ribeira de Pena
da de ataque protagonizada

AFVR: Divisão de Honra (Jorn. 7)

por Vilela e Ricardo Martins,

Abambres 2

com este último a obrigar Go-

Ribeira de Pena 3

mes a esticar-se para evitar

Recinto: D. Maria Lurdes do Amaral
Árbitro: Arnaldo Araújo

o primeiro da partida. Numa

Auxiliares: José Pinheiro e Patrick Moutinho

excelente fase dos visitantes,

Gomes

Gato

Jorginho

Barroso

Armando fez o 0-1 e passado

Silveira

Vilela

Rapha

Meireles

alguns minutos, foi a vez do

Nobrega (Décio 45´)

Grilo

Nunes

Pisete (Barraca 45´)

gem. Aos 33 minutos, o defe-

Viamontes (Samuel
85´)

Ricardo Martins (Fortuna 86´)

sa abambrino Miguel Teixeira

Tiago Pinto

Armando (Samuel 90´)

Costa (C. Costa 77´)

Hélio

reduziu, relançando a partida.

Rómulo

Kokas

Miguel Teixeira

Nélson

T: Fernando Alves

T: Zé Ribeiro

central Hélio a dilatar a vanta-

Na

Na deslocação a Vila Real,
o Ribeira de Pena conseguiu
passar um importante desafio, tendo conseguido amealhar três pontos no terreno do
Abambres SC, uma das equipas que ocupa os lugares ci-

o

dos práticos. O terceiro golo

Vermelho: Licínio (86´).

Henrique Daniel Silva

parte,

do prejuízo, mas sem resulta-

Amarelos: Miguel Teixeira (45´), Rómulo
(72´), Kokas (90´)
Golos: Armando 21´, Hélio 28´, Teixeira 33´,
Fortuna 88´, Barraca 90’ (p.b)

segunda

Abambres SC partiu em busca

meiros da classificação.
Os comandados de Justino
Ribeiro tinham vencido na jornada anterior o Vilar Perdizes
por 4-0, mas, nesta partida
difícil para os visitantes, os
objectivos não saíram defraudados. Este importante triunfo
permite ao Ribeira aproximar-se da liderança do campeo-

nato.
O Abambres SC até foi a
primeira equipa a criar perigo, tendo enviado uma bola à
barra por intermédio de uma
recarga de Tiago Pinto, na sequência de um livre cobrado
por Viamontes. Por sua vez, o
Ribeira de Pena respondeu de
imediato, com uma boa joga-

para o Ribeira de Pena, surgiu
aos 88 minutos, num livre directo muito bem convertido
por Fortuna, atleta que dois
minutos antes tinha substituído Ricardo Martins. Já em minutos de descontos, o Abambres marcou o tento de honra
com um auto-golo de Barraca.