PDF Archive

Easily share your PDF documents with your contacts, on the Web and Social Networks.

Share a file Manage my documents Convert Recover PDF Search Help Contact



GTR 2017 robson mori .pdf



Original filename: GTR 2017 - robson mori.pdf
Author: Robson Mori

This PDF 1.4 document has been generated by Writer / OpenOffice 4.1.2, and has been sent on pdf-archive.com on 19/05/2017 at 00:10, from IP address 168.194.x.x. The current document download page has been viewed 352 times.
File size: 2.2 MB (12 pages).
Privacy: public file




Download original PDF file









Document preview


GTR: O USO DOS GRUPOS DO FACEBOOK COMO COMPLEMENTO PEDAGÓGICO
NO ENSINO DE SOCIOLOGIA
Aluno: Robson Hideki Mori
PLANO DE AULA I
1. Identificação
Disciplina: Sociologia
Período: Ensino Médio
Turma: 3º ano do Ensino Médio
2. Tema
Enfrentamento da violência doméstica e familiar através de Histórias em
quadrinhos
3. Objetivo geral
Problematizar violência doméstica e familiar a partir de histórias em quadrinhos.
Estudantes devem interpretar o conteúdo e relacionar com sua prática social.
4. Objetivos específicos
- Analisar as relações de poder entre indivíduos na sociedade
- Notar a ideologia machista, patriarcal, LGBTfóbica, racista da sociedade e
relacionar com o conceito de ideologia e hegemonia de Gramsci
- Compreender os mecanismos de dominação existentes na sociedade e relacionar
com a tipologia weberiana de dominação
- Identificar as diferentes formas de violência
- Acompanhar a conquista de direitos resultado de luta e relacioná-los com a
tipologia de direitos de Marshall
- Identificar grupos em situação de vulnerabilidade
5. Conteúdo programático
Conteúdo estruturante: Direitos, cidadania, movimentos sociais
Conteúdo básicos: Conceitos de ideologia; Conceitos de dominação e legitimidade;
Expressões de violência nas sociedade contemporâneas; Direitos: civis, políticos, sociais
6. Metodologia
A ação pedagógica tem duração de 6 aulas. Serão 3 aulas expositivas sobre os
conteúdos básicos utilizando resumos de textos de livros didáticos (anexo 1) e 3 aulas
para desenvolvimento das atividades de avaliação: leitura de história em quadrinhos
(anexo 2); pesquisa através de entrevista; atividade domicilar redação; debate sobre
conteúdo da história em quadrinhos, resultado das entrevistas, redações (anexo 3)

7. Duração
Aula 1: Aula expositiva sobre a definição de poder na ciência política e o conceito
de ideologia e hegemonia de Gramsci
Aula 2: Aula expositiva sobre a tipologia Weberiana de dominação (legal,
tradicional, carismática)
Aula 3: Aula expositiva sobre categorias de direito (civil, político, social) de Marshall
e sobre direito das mulheres
Aula 4: Divisão de estudantes em grupos e leitura da história em quadrinhos. A
obra escolhida é a cartilha de enfrentamento da violência doméstica e familiar contra as
mulheres “Vamos conversar?” elaborado pela Secretaria Adjunta de Políticas para as
Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do Distrito Federal, Ministério Público,
Tribunal de Justiça do Distrito Federal e a ONU Mulheres Brasil. Após a leitura, o
professor deve orientar sobre a pesquisa a ser realizada por alunos e alunas que será a
aplicação de entrevista com as perguntas indicadas ao final da cartilha
Aula 5: Debate entre estudantes sobre a interpretação do conteúdo da história em
quadrinhos e a relação com os resultados das entrevistas realizadas. Após o debate, o
professor deve solicitar o desenvolvimento de atividade domiciliar que será produção
textual (redação individual) sobre enfrentamento da violência doméstica e familiar no
Brasil
Aula 6: leitura e debate das redações elaboradas pelos alunos e alunas
8. Recursos:
O material utilizado será: louça, giz, textos de livros didáticos, cartilha “Vamos
conversar”
9. Atividades:


Desenvolvimento de apreciações críticas por parte dos alunos e alunas sobre o
conteúdo sociológico das aulas expositivas e relação com o cotidiano



Interpretação o conteúdo da história em quadrinhos e relação com teoria
sociológica assimilada em sala de aula



Realização pesquisa de campo através de entrevista



Interpretação de dados quantitativos e qualitativos resultantes das entrevistas



Elaboração de redação (anexo 1) que problematize a violência doméstica e
familiar, proponha ações de enfrentamento a violência nas diversas formas



Desenvolvimento de debate entre alunos e alunas estimulando a oralidade
como recurso argumentativo

10. Avaliação

O professor deve observar o desenvolvimento da imaginação sociológica de
estudantes através dos questionamentos durante aulas expositivas. Eles devem
relacionar o conceito de ideologia de Gramsci com as manifestações de machismo,
patriarcado, LGBTfobia e racismo no contexto brasileiro. Ajudar na interpretação do
conteúdo da história em quadrinhos e promover o debate sobre o mesmo. Neste debate
espera-se que estudantes relacionem as diferentes formas de dominação e violência
(doméstica, física, sexual, psicológica, moral, patrimonial) com a tipologia weberiana de
dominação. Acompanhar a execução das entrevistas e análise dos resultados. Intermediar
os debates da aula 5 e 6 estimulando a troca de ideias de forma não conflituosa. Corrigir e
dar nota a redação que é o resultado final da prática pedagógica proposta. Espera-se que
as redações apresentem propostas de enfrentamento a violência doméstica e familiar de
forma a relacionar com a luta e construção de direitos civis, políticos e sociais
categorizados por Marshall.

ANEXO 1

ANEXO 2

ANEXO 3

PLANO DE AULA II
1. Identificação
Disciplina: Sociologia
Período: Ensino Médio
Turma: 2º ano do Ensino Médio
2. Tema
Darwinismo social e racismo no Brasil
3. Objetivo geral
Apontar a influência da teoria do Darwinismo social com o desenvolvimento do
racismo no Brasil
4. Objetivos específicos


Compreenda a mudança do conceito de cultura ao longo da disciplina de
antropologia (específico da Antropologia Evolucionista) e como isto influencia
diretamente as diferentes sociedades



Perceber que conhecimento antropológico tem como origem o colonialismo



Relacionar a influência da Teoria darwinista na antropologia



Entenda cultura como algo dinâmico e processual, não como estático e definido



Entender o contexto do mundo durante a criação da teoria evolucionismo social
e as consequências posteriores (principalmente no Brasil)

5. Conteúdo programático
Conteúdo estruturante: Cultura e indústria cultural
Conteúdo básicos: Desenvolvimento antropológico do conceito de cultura e sua
contribuição na análise de diferentes sociedades
6. Metodologia
A ação pedagógica tem duração de 2 aulas.
Aula 1
Aula expositiva sobre os conteúdos utilizando resumos de textos de livros didáticos
(anexo 4) e vídeo sobre Darwinismo Social exibido na TV digítal em sala de aula. Este
mesmo conteúdo também estará disponibilizado no grupo de facebook da sala (anexo 5).
Ao final da aula encaminhar a redação a ser desenvolvida em domicílio e que será
entregue na próxima aula
Aula 2
Aula para avaliação: entrega e debate das redações (anexo 6)
7. Duração
Aula 1: Aula expositiva sobre

Desenvolvimento antropológico do conceito de

cultura e sua contribuição na análise de diferentes sociedades. A aula contém os
conteúdos específicos: Colonialismo, Evolucionismo social e Etnocentrismo.
Aula 2: Debate sobre as redações entre estudantes
8. Recursos:
O material utilizado será: louça, giz, textos de livros didáticos, TV, facebook
9. Atividades:


Desenvolvimento de apreciações críticas por parte dos alunos e alunas sobre o
conteúdo sociológico das aulas expositivas e relação com o cotidiano



Interpretação do conteúdo do vídeo com teoria sociológica assimilada em sala
de aula



Elaboração de redação que relacione darwinismo social e o desenvolvimento do
racismo no Brasil



Desenvolvimento de debate entre alunos e alunas estimulando a oralidade
como recurso argumentativo

10. Avaliação
O professor deve observar o desenvolvimento da imaginação sociológica de
estudantes através dos questionamentos durante aulas expositivas. Eles devem notar a
relação entre a teoria evolucionista de Darwin e a teoria da Antropologia Evolucionista.
Cabe ao professor ajudar na interpretação do conteúdo do vídeo e dos textos didáticos de
forma a encaminhar para a problematização da avaliação de redação. Na aula seguinte, o
professor deve promover o debate sobre a redação feita pelos alunos e alunas. Neste
debate espera-se que estudantes demonstrem entender o contexto do mundo durante a
criação da teoria evolucionismo social e as influencias destas no Brasil até hoje. O
professor deve intermediar os debates estimulando a troca de ideias de forma não
conflituosa. Corrigir e dar nota a redação que é o resultado final da prática pedagógica
proposta. Espera-se que as redações apresentem propostas de enfrentamento ao
racismo.

ANEXO 4


Related documents


PDF Document gtr 2017 robson mori
PDF Document proposta de apoio
PDF Document comunicado puc goi s suspens o do vestibular de medicina
PDF Document edital atitude 2014
PDF Document colegio alpis veredas manual 2017 fundamental
PDF Document k2 university alianc a acade mica pt 1


Related keywords