DT 68.pdf


Preview of PDF document dt-68.pdf

Page 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

Text preview


7

FUTEBOL

DESPORTIVO Transmontano
Terça-feira, 9 de Outubro de 2012

FUTEBOL 

Fontelas garante dois reforços cabo-verdianos
O F.C. Fontelas confirmou
dois reforços para a equipa
sénior. Trata-se de dois cabo-verdianos, Heder e Edmilson,
um médio e Avançado, respectivamente.
“A Direcção do F.C. Fontelas
chegou a acordo, com 2 atletas
caboverdianos, Heder e Edmilson, um médio e um avançado,
para representarem a equipa
sénior, durante a presente épo-

ca desportiva. Estes 2 reforços,
caso o Prof. Zé Carlos assim o
entenda, já poderão dar o seu
contributo á equipa, no próximo
domingo, no aguardado derby,
com o F.C. Fontelas a receber a
equipa do Mesão Frio!!!”, pode
ler-se em nota publicada pela
direcção do Fontelas.

FUTEBOL  II DIvisão Nacional (série B)

2ª parte emotiva, mas bila volta a marcar passo
II Divisão Nacional série B (jorn. 4)

SC Vila Real 3

FC Felgueiras 1932 4
Recinto: Monte da Forca
Árbitro: Rui Fernandes
Auxiliares: Marco Vieira e Rui Ventura
Marcelo

Cajó

Joao Mário

Helder

Abreu

Zamorano

Fred Coelho

Samuel

Ernesto (Rui 13´)

Domingos

Luis Carlos( Ivo 9´)

Bakero

Meia

F.Carvalho

Schuster

Raul

André

Quinzinho

Bessa

Zézé

Diogo

Vieirinha

T: Abel

T:Ricardo Soares

Golos: Raul (15´e 60)Bakero(39) Quinzinho (81´)
Shuster(36´)Bessa(62´)Diogo(72´)
Vermelho: Zamorano(48´)João (55´)

José Carlos Leitão

Jogo de nervos para o Sport
Clube de Vila Real, que aos 13
minutos do encontro, ja tinha
realizado duas substituições
forçadas. Luis Carlos aos 9minutos, e depois Ernesto, entrando Ivo e Rui.
Numa primeira parte disputada em ritmo lento, a experiente equipa do Felgueiras, foi
quem mais perigo criou junto
ao reduto defensivo da equipa
da casa.
Aos 15 minutos, Raul, a marcar o primeiro penalti do jogo,
colocando os vistantes em vantagem no marcador. A equipa
da casa, em lances de contra
ataque vai reagindo bem ao
golo adversário, e aos 36 minutos chega ao empate por Shuster, que de penalti bate Cajó.
Mas ainda antes do interva-

lo, Bakero de canto direito coloca a sua equipa novamente na
liderança, ficando a duvida se
Bessa toca ou não no esférico
antes desta entrar na baliza de
Marcelo.
No segundo tempo, os visitantes entraram a todo gás,
com duas oportunidades soberanas para marcar, mas o experiente Zamorano, numa falta
a meio campo, acaba expulso,
por acumulação. Quem também vê o cartão vermelho por
acumulação é João Mário, que
numa falta desnecessária acaba
por colocar tudo igual em número de elementos.

A equipa da casa acelerou o
seu jogo, mas aos 60 minutos,
numa mão na área de Fred Coelho, leva o Felgueiras aumentar a vantagem, Raul chamado
a marcar não desperdiçou a
oportunidade.
Reação muito positiva da
equipa da casa, com Bessa num
excelente golo a marcar de livre
e a relançar o jogo, dois minutos depois.
Aos 72 minutos, o delirio no
Monte da Forca com Diogo Seminário a encontar para o terceiro golo da sua equipa, mas
ainda com dez minutos para se
jogar.

Com um oponente muito
experiente, e com alguma sorte a mistura a passagem do
minuto 82, a equipa visitante vai marcar o golo da vitória
por intermédio de Quinzinho,
esfumando-se a possibilidade
do Vila Real conseguir pontuar
nesta partida.
Numa boa segunda parte, a
equipa do Felgueiras, sofre aqui
os primeiros golos,sendo a defesa menos batida. A equipa da
casa, mostrou crer e determinação, mas acabou por não conseguir os objectivos minimos.